Dólar fecha em alta de 1,16%, negociado a R$ 5,66

InfoMoney, editado por Repórter ABC –  O dólar encerrou o segundo pregão do mês de março em alta de 1,168%, aos R$ 5,6660.

A moeda norte americana já abriu em alta nesta manhã de 3ª feira (02.mar.2021), com os investidores acompanhando a taxação de bancos, a tramitação da proposta do auxílio emergencial e os dados do varejo da Alemanha, principal economia da Europa. Por volta das 9h40, o dólar tinha alta de 0,71%, negociado a R$ 5,6765, após fechar o último pregão em queda.

O dólar reverteu a queda do começo do ano, quando era negociado a R$ 5,44, devido às últimas movimentações políticas e econômicas. Com isso, a moeda segue uma tendência de alta, com expectativa de atingir R$ 5,92 no médio prazo.

Economia do Brasil

A crise gerada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) deverá retirar o Brasil do grupo das dez maiores economias do mundo, conforme mostrou um levantamento do Ibre/FGV, de outubro de 2020. O País deverá fechar o ano como a 12ª maior economia em termos de valor do Produto Interno Bruto (PIB).

De acordo com o levantamento, o Brasil deve ser ultrapassado por:

  • Canadá,
  • Coreia do Sul,
  • Rússia

“Fica muito claro que o Brasil tem algum problema crônico e interno. É uma questão doméstica muito grave, que atribuo aos problemas que existem na gestão do Executivo e do Congresso, conflitos que persistem ao longo do tempo”, diz o economista-chefe da agência Austin Rating, Alex Agostini.

Deixe uma resposta