Tag Archives: passagem

João Doria autoriza reajuste de tarifas de linhas intermunicipais e do Corredor ABD

Foi publicado no Diário Oficial, nesta sexta-feira (18), o reajuste na tarifa das linhas intermunicipais e também do trólebus que já estão em vigor desde o domingo (20), as viagens pelo Corredor ABD estarão 10,41% mais caras. Também haverá reajuste na integração nos terminais Piraporinha e Diadema.

O valor da passagem para as linhas do Corredor ABD passaram de R$ 4,30 para R$ 4,80 tanto no tarifa comum quanto no vale transporte. Em relação ao Cartão BOM Escolar, o preço passará de R$ 2,15 para 2,40. Nos dois terminais localizados em Diadema a integração para quem deixa as linhas municipais para acessar o trólebus passará de R$ 1 para R$ 1,10. No caso de quem realiza a baldeação contrária não haverá cobrança.

Em relação as linhas intermunicipais, os reajustes variam entre R$ 0,15 e R$ 0,25. As linhas com os valores mais baixos são: C-493TRO (Santo André – Príncipe de Gales / São Paulo – Terminal Sacomã) e C-493DV1 – (Santo André – Príncipe de Gales / São Paulo – Terminal Sacomã – via Santo André-Fundação Santo André) que passará dos atuais R$ 5,25 para R$ 5,45.

As linhas com o preço mais alto são: C-063EX1 (Rio Grande da Serra – Santa Tereza / São Paulo – Terminal Sacomã) e C-063TRO (Ribeirão Pires – Ouro Fino Paulista / São Paulo – Terminal Sacomã – via Jardim Santa Luzia) que passaram de R$ 6,95 para R$ 7,20.

Confira abaixo todos os reajustes das linhas intermunicipais:

LINHA EMPRESA DENOMINAÇÃO TARIFA 2018 TARIFA 2019
C-004TRO
RIACHO GRANDE
SÃO BERNARDO (PQ. ALVARENGA) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SÃO BERNARDO (JARDIM LAURA)
R$ 6,20
R$ 6,45
C-006TRO
MOBIBRASIL
SÃO BERNARDO (JARDIM NAZARETH) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SÃO BERNARDO (PAULICEIA)
R$ 5,65
R$ 5,85
C-008TRO
TUCURUVI
SÃO CAETANO (NOVA GERTI) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ)
R$ 4,75
R$ 4,90
C-063EX1
RIBEIRÃO PIRES
RIO GRANDE DA SERRA (SANTA TEREZA) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ)
R$ 6,95
R$ 7,20
C-063TRO
RIBEIRÃO PIRES
RIBEIRÃO PIRES (OURO FINO PAULISTA) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA RIBEIRÃO PIRES (JARDIM SANTA LUZIA)
R$ 6,95
R$ 7,20
C-066TRO
PUBLIX
SANTO ANDRÉ (J. LAS VEGAS) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SANTO ANDRÉ (JARDIM ALVORADA)
R$ 6,80
R$ 7,05
C-123TRO
TUCURUVI
SÃO CAETANO (TERMINAL RODOVIÁRIO NICOLAU DELIC) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SÃO PAULO (SÃO JOÃO CLIMACO)
R$ 4,75
R$ 4,90
C-152TRO
RIACHO GRANDE
SÃO BERNARDO (ÁREA VERDE) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA RODOVIA ANCHIETA
R$ 6,20
R$ 6,45
C-153TRO
RIACHO GRANDE
SÃO BERNARDO (CONJ. TERRA NOVA II) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SÃO BERNARDO (AV. SENADOR VERGUEIRO)
R$ 6,20
R$ 6,45
C-154TRO
MOBIBRASIL
SÃO BERNARDO (JARDIM NAZARETH) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA SÃO BERNARDO (RUDGE RAMOS)
R$ 6,20
R$ 6,45
C-158TRO
EAOSA
MAUÁ (JARDIM ZAÍRA) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ)
R$ 6,80
R$ 7,05
C-160TRO
EAOSA
MAUÁ (JARDIM ADELINA) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA MAUÁ (ITAPARK)
R$ 6,80
R$ 7,05
C-212TRO
MOBIBRASIL
DIADEMA (JARDIM SAPOPEMBA) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA DIADEMA (SERRARIA E JARDIM CAMPANÁRIO)
R$ 5,65
R$ 5,85
C-236TRO
MOBIBRASIL
DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO PIRAPORINHA) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) VIA VILA NOGUEIRA E JD. CANHEMA
R$ 5,65
R$ 5,85
C-431TRO
RIACHO GRANDE
SÃO BERNARDO (JD. LAS PALMAS) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ)
R$ 6,20
R$ 6,45
C-493DV1
VIPE
SANTO ANDRÉ (PRÍNCIPE DE GALES) –
SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ) – VIA SANTO ANDRÉ (FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ)
R$ 5,25
R$ 5,45
C-493TRO
VIPE
SANTO ANDRÉ (PRÍNCIPE DE GALES) – SÃO PAULO (TERMINAL SACOMÃ)
R$ 5,25
R$ 5,45
C-494TRO
TUCURUVI
SÃO CAETANO (TERMINAL RODOVIÁRIO NICOLAU DELIC) –
SÃO PAULO (METRO ALTO DO IPIRANGA) VIA SÃO PAULO (SÃO JOÃO CLIMACO E TERMINAL SACOMÃ)
R$ 4,75
R$ 4,90

Após Doria conceder aumento de passagem do metrô e CPTM, cidades do ABC autorizam reajuste

Após o governador de São Paulo, João Doria anunciar no último dia 03 o aumento da tarifa do metrô e da CPTM, seis cidades do ABC Paulista autorizam reajuste das tarifas dos ônibus municipais.

Desde o dia 13 de janeiro o valor tanto na CPTM como no Metrô passaram de R$ 4 para R$ 4,30. Na capital, o prefeito Bruno Covas anunciou aumento da passagem de ônibus de R$ 4 para R$ 4,30. Na alegação a Prefeitura de São Paulo argumenta que se trata de uma reposição das perdas dos últimos três anos.

Seguindo a tendência de outros municípios da Região, a cidade de Rio Grande da Serra também reajustou a tarifa de ônibus na cidade dos atuais R$ 3,80 para R$ 4,20. Outras quatro cidades já autorizaram reajuste neste mês. Santo André (R$ 4,75), São Bernardo (R$ 4,75), Diadema (R$ 4,65) e Ribeirão Pires (R$ 4,40).

Até o momento somente Mauá ainda não definiu se haverá aumento. Neste domingo (13), São Caetano do Sul reajustou o valor da passagem de ônibus de R$ 4,20 para R$ 4,50. A Viação Padre Eustáquio é quem detém a concessão do transporte público na cidade.

Ônibus urbano perde cerca de 3 milhões de usuários diariamente, diz associação.

Cerca de 3 milhões de passageiros deixam de usar o ônibus como transporte público diariamente no país, informou hoje (23) a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, ao divulgar os dados anuários referentes a 2016/2017. “É uma queda expressiva e preocupante”, disse o presidente da entidade, Otávio Cunha. A pesquisa foi  feita em nove capitais. Acesse o arquivo clicando aqui

Segundo o relatório da associação, nos últimos três anos, o nível da queda de passageiros atingiu 18,1%. Só no ano passado, o número de passageiros transportado diariamente por ônibus caiu 4,6% em relação a 2015. A associação faz o monitoramento dos dados de transportes públicos urbanos desde 1994, totalizando 24 anos de acompanhamento. Para o mês de outubro, a previsão é de queda de 46,3% no número de passageiros transportados.

Para o presidente da associação, Otávio Cunha, fatores como a tarifa, o tempo de viagem, o estado de cada veículo e o trânsito cooperam para a queda do transporte nos ônibus. “Pesquisas apontam que a redução da tarifa e a volta dos investimentos em infraestrutura podem atrair novamente o usuário do ônibus como transporte público. A melhoria da qualidade do transporte, atrairá demanda”, afirmou.

Cunha ressaltou que pequenas ações podem trazer resultados positivos e rápidos. “Pequenos investimentos, como a criação de faixas exclusivas e o monitoramento, para evitar invasões, podem encurtar o tempo de viagem. Isso influencia na hora da escolha do transporte”, disse. “Hoje em dia, os ônibus disputam espaço nas vias com os carros e investimentos precisam ser feitos”, acrescentou.

De acordo com o levantamento, o desemprego e a crise econômica são os principais responsáveis pela baixa nos números dos usuários do transporte público. Contudo, Otávio Cunha avaliou que outros fatores contribuem diretamente para o cenário atual. “Temos que levar em conta as distorções do sistema de transporte público urbano, tal como a falta de fontes de financiamento para a tarifa, que hoje é paga, exclusivamente, pelo usuário”, concluiu.

Desde a Constituição de 1988, a atribuição do financiamento do serviço passou a ser dos municípios. Pelo menos 17% dos custos do transporte público estão ligados às gratuidades para idosos, pessoas com deficiência, estudantes e outros motivos, que são financiados pelos usuários que pagam as passagens de ônibus.

Passagem de ônibus em Ribeirão Pires vai subir para R$ 3,80.

sp2014-01-0001

Após negociações na manhã desta segunda-feira (07), entre representantes da prefeitura e a Empresa de ônibus Rigras, ficou acertado o aumento na tarifa da passagem em 8,57% o que eleva os atuais R$ 3,50 para R$ 3,80.

Segundo informou o secretário de Transportes e Trânsito de Ribeirão Pires, a empresa queria o reajuste para R$ 4,35. “Após tratativas e apresentação por parte da Empresa de planilha de custos, chegou-se a um acordo de que o aumento não poderia ultrapassar aquilo que foi acordado em reunião no Consorcio Intermunicipal em janeiro de 2016. Sendo que o valor da passagem passa de R$ 3,50 para R$ 3,80”, justificou o secretário.

Ainda no dia de hoje, houve uma ameaça de paralisação por parte dos funcionários da empresa sob a alegação de atraso nos salários, questão logo resolvida após compromisso assumido entre a empresa e o Sindicato da categoria para regularização no pagamento dos salários.

Em termo de compromisso assinado, entre outras coisas consta que” a prefeitura, através de seu prefeito e do secretário de Transportes e Trânsito em um prazo de 10 a 15 dias se compromete a realizar todo o tramite burocrático para que o aumento seja legalizado, pedindo ainda que a empresa fixe notificações aos usuários avisando sobre o acordo e o breve aumento, onde assim que possível será publicado nos jornais a data real do início das cobranças.

img-20161107-wa0002

Isso na prática, quer dizer que o cidadão comum vai ter que desembolsar mais um dinheirinho de seu bolso já quase vazio. Essa história de passagem a R$ 1,00 aos domingos nada mais era que uma bomba relógio com data marcada pra explodir. Para quem duvidava que isso iria acontecer, aí está! 3,80 é uma questão de pouco dias. Luís Carlos Nunes.

Saulo autoriza aumento da tarifa de ônibus para R$ 4,10 e eleva custos de contratação das empresas.

1111111

O prefeito Saulo Benevides (PMDB), através do decreto nº 6.611 de 11 de abril de 2016 autorizou aumento no valor da tarifa de ônibus em Ribeirão Pires.

13010673_793688484108872_6083337733950850873_n

Segundo a publicação feita pela prefeitura em veículo regional nesta quinta-feira (14), a tarifa fica fixada em R$ 4,10 (quatro reais e dez centavos) concedendo desconto para pagamento em dinheiro de R$ 0,60 (sessenta centavos), sendo que o mesmo desconto não será concedido aos que efetuarem o pagamento através do cartão “Bom Vale-Transporte. Ainda na publicação oficial, a empresa concessionária do serviço de transporte público da cidade terá 90 dias a partir da publicação do presente decreto, para a criação e implantação  de sistema de recarga do “Cartão Bom”.

Na prática o decreto monocrático emitido pelo poder executivo elevará os custos de contratação de mão de obra em empresas sediadas em Ribeirão Pires.