Ribeirão Pires ressalta a importância do Conselho Municipal de Saúde

Órgão na cidade é composto por 16 membros, sendo metade de usuários do SUS. Na imagem, José Cantídio de Sousa Lima, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ribeirão Pires

Hoje, 05 de julho, é comemorado o dia do Conselheiro Municipal de Saúde. Em Ribeirão Pires, o conselho é composto por 16 pessoas, sendo oito representantes usuários do Sistema Único de Saúde, quatro trabalhadores, e mais quatro pessoas indicadas pela gestão.

José Cantídio de Sousa Lima, atual presidente do órgão, destaca o papel do conselho para a cidade.

“Dentre as funções estabelecidas, podemos destacar três como principais: A primeira delas é na colaboração da elaboração das políticas municipais de saúde; depois, na fiscalização das metas estabelecidas, bem como também faz denúncias caso encontre alguma irregularidade”, pontua.

Audrei Rocha, secretário municipal de saúde, por sua vez, comenta que, para se realizar uma boa gestão, é necessário um conselho participativo.

“É muito importante que o conselho, além de ser um órgão colaborador e fiscalizador, seja participativo. A gestão da saúde pública só é bem avaliada com a participação da população, que se dá justamente através do conselho”, destacou o secretário.

E é justamente na fiscalização das finanças, que o conselho amplifica a supervisão sobre a gestão. “A Prefeitura recebe uma importante verba dos governos Federal e Estadual e nossa função é garantir que esse investimento seja aplicado”, comentou Lima, antes de explicar que “o conselho é um órgão independente do governo municipal e ao mesmo tempo público, porque faz parte do Sistema Único de Saúde Nacional”, finalizou.

Deixe uma resposta