Além da COVID-19, Guto Volpi diz que é preciso atenção também com a dengue (VÍDEO)

“A prevenção é a palavra correta para evitar os contágios das doenças onde cada morador da cidade pode fazer dentro da sua casa, dentro do seu local de trabalho”, vereador Guto Volpi

Repórter ABC | Luís Carlos Nunes – A pandemia da COVID-19 avança. De acordo com o boletim pandemiológico mais recente divulgado pela prefeitura de Ribeirão Pires, a cidade registrou nesta última 6ª feira (07.mai.2021), 272 casos desde o início da crise sanitária da COVID-19. Ribeirão Pires está a 5 dias sem registrar novos óbitos pela doença.

Porém foram computados 13 resultados positivos de coronavírus. Há 15 pacientes internados na rede municipal da cidade, no Hospital de Campanha. A ocupação de leitos exclusivos para casos COVID-19 na rede municipal (Hospital de Campanha) é de 48% nos leitos de enfermaria e 40% nos leitos de UTI. 26 pacientes internados na rede particular, 17 deles em leitos de UTI.

Também nesta 6ª feira, o a região do ABC Paulista registrou mais 33 óbitos por covid-19 em 24h e soma agora 7.810. Ainda foram registrados 531 casos da doença em 24h e soma agora 190.257. A informação tem como base os boletins pandemiológico divulgados diariamente pelas 7 prefeituras da região.

A situação é preocupante, mas há outro problema sério que, conforme argumentou o presidente da Câmara de Ribeirão Pires, vereador Guto Volpi (PL), é preciso também uma atenção especial com a dengue, outra doença que continua crescendo na cidade.

“O novo coronavírus é uma situação que preocupa todos nós, mas devemos também ter cuidados com um outro inimigo que é o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Chikungunya, Zika Vírus…Todo cuidado é pouco”, lembrou.

Demonstrando sua autonomia e independência política, Guto Volpi na última sessão do Poder Legislativo ribeirãopirense realizada na 5ª feira (06.mai.2021) reforçou a preocupação dos vereadores Diogo Manera (PSDB) e Leandro Tetinha (PTB), e solicitou atenção especial do Poder Público Municipal, no sentido de realizar os serviços necessários para manter a limpeza da cidade, eliminando a proliferação do Aedes aegypti, e combatendo a doença.

Os pedidos de atenção foram direcionados ao secretário de Infraestrutura e Zeladoria, Rubão Fernandes e ao secretário de saúde, Audrei Rocha.

Guto Volpi encaminhou recado aos titulares das pastas da saúde zeladoria, uma vez que mesmo reconhecendo as dificuldades econômicas por que passa a cidade, as secretarias estão operando, mas que é preciso avançar nos serviços cobrando aumento da velocidade.

Ainda conforme o camarista, diante da realidade das doenças, a prevenção é a palavra correta para evitar os contágios das doenças onde cada morador da cidade pode fazer dentro da sua casa, dentro do seu local de trabalho.

“A preocupação ainda do vereador Leandro Tetinha junto com o vereador Diogo com a disseminação da dengue é uma realidade já temos vítimas também da dengue, criticando um pouquinho até a velocidade com que a gente possa podar o mato, cortar o mato, fica a minha preocupação.

Mas a secretaria de saúde está atendendo, a infraestrutura está atendendo no que pode para que isso tudo bem a ser preventivo, e é a prevenção a palavra correta e cada morador pode fazer dentro da sua casa, dentro do estabelecimento de trabalho.

A dengue já é uma doença muito conhecida, sabemos como preveni-la, como sabemos como prevenir a COVID-19.

Enquanto a gente não tem essa vacinação em massa, então é muito importante a prevenção para que possa resolver de fato essa disseminação ou contágio de ambas as coisas aí. Não esqueçam que a dengue continua no país inteiro”, disse o presidente da Casa de Leis”.

Assista o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta