Trabalhador escravizado com COVID-19 é resgatado de plantio de cana em SP

O caso permitiu que 22 escravos fossem libertados pelo Grupo de Fiscalização Móvel no dia 9 de abril. Eles haviam sido vítimas do tráfico de seres humanos, tendo sido vendidos de um empregador para outro

Trabalhador com COVID-19 e passando fome foi resgatado de escravidão em um plantio de cana-de-açúcar nos municípios de Guará e Ituverava (SP), segundo coluna de Leonardo Sakamoto no UOL.

Auditores fiscais ouvidos pela coluna afirmaram ter sido o primeiro caso de uma pessoa escravizada que testou positivo para a doença.

O trabalhador estava passando fome e relatou febre, dores no corpo e tosse. Não estava conseguindo andar, mas não contou com assistência médica do patrão. Por fim, conseguiu fazer um teste que diagnosticou a infecção pela COVID-19.

Deixe uma resposta