Governo confirma que pagamento do novo auxílio emergencial começa na 3ª feira (6)

Confira o pronunciamento sobre o início do pagamento do auxílio

O presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Cidadania, João Roma, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e da Dataprev, Gustavo Canuto, anunciaram hoje (31) que o pagamento do auxílio emergencial começa na próxima terça-feira (6).

Confira o pronunciamento:

No último dia 26, foi publicado decreto que regulamenta o pagamento do auxílio emergencial 2021, instituído no último dia 18 de março por meio de Medida Provisória.

O apoio financeiro será pago a trabalhadores informais de baixa renda e aqueles inscritos em programas sociais como o Bolsa Família, caso o novo benefício seja mais vantajoso.

Serão quatro parcelas de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375. A partir de quinta-feira, 1º, o beneficiário poderá verificar se foi aprovado no site da Dataprev.

No ano passado, foram pagas cinco parcelas de R$ 600 e outras quatro de R$ 300.

Cada parcela terá valor padrão de R$ 250. Pessoas que vivem sozinhas receberão R$ 150 por mês. Para mulheres chefes de família, o valor será de R$ 375 – o valor será pago a grupos familiares comandados por mulheres sem cônjuge, com no mínimo uma pessoa menor de 18 anos.

Novos ataques de Bolsonaro contra o isolamento social

Jair Bolsonaro, ao anunciar o auxílio, buscou atacar a política de isolamento social. Ele afirmou que “temos dois inimigos, o vírus e o desemprego”. É uma realidade. Não é ficando em casa que vamos solucionar este problema”.

“O governo sabe que não pode continuar com muito tempo por estes auxílios”, disse, argumentando o motivo por ter cobrado prefeitos e governadores pelo fim de medidas restritivas, comparando-as, novamente, ao estado de sítio.

“Queremos voltar à normalidade o mais rápido possível”, disse. “Se a pobreza continuar avançando, não sei onde poderemos parar”, destacou.

Deixe uma resposta