Kiko entra com novo recurso contra Volpi para impugnar chapa e convocar novas eleições

Após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter rejeitado em 14 de março um embargos de declaração no recurso especial eleitoral apresentado pelo ex-prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (PSDB) contra o prefeito eleito nas eleições de 2020, Clóvis Volpi (PL) e seu vice, Amigão D’orto (PSB), o ex-prefeito ingressou nesta 2ª feira (29.mar.2021) com um Recurso Extraordinário na expectativa de provocar novas eleições na cidade.

Ver comunicado ao final.

O pedido de anulação foi dado entrada em 09 de dezembro e de lá para cá Kiko vem sofrendo sucessivas derrotas.

Em 18 de dezembro como noticiou o Repórter ABC, o TSE sepulta o sonho de Kiko de novas eleições e garantiu a diplomação de Clóvis Volpi como prefeito eleito de Ribeirão Pires.

Não satisfeito com a decisão anterior, com novo recursos apresentado ao Tribunal Eleitoral, o Ministro relator do processo apresentou voto contra ao pedido apresentado por Kiko Teixeira para que o registro da candidatura de Volpi fosse indeferimento.

Já na decisão mais recente, em 14 de março pelo placar de 7 x 0, o colegiado da Corte máxima eleitoral do país decidiu manter a eleição de Volpi como legal e impôs nava derrota ao ex-prefeito de Ribeirão Pires.

Ainda não há data para o julgamento deste no recurso apresentado e que sofreu movimentação à 20hs51 desta 2ª feira, 29 de março de 2021. O relator será o Ministro Sérgio Silveira Banhos

Deixe uma resposta