Um mês após lockdown, Araraquara reduz número de mortes em 39%

Número de casos de infecção por coronavírus também caiu 57,5% na cidade do interior de São Paulo após a medida, que durou dez dias. UTIs não têm filas há 13 dias

A cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, pode servir de exemplo para o Brasil no debate sobre a eficácia do lockdown para a redução da intensidade da pandemia.

Após um confinamento que durou dez dias, decretado pelo prefeito Edinho Silva (PT), o número de mortes caiu 39% e o de casos, 57,5%. As UTIs também não têm filas de espera há 13 dias, mostra reportagem do G1.

A comparação é feita com os 30 dias anteriores ao fechamento, que completa um mês neste domingo (21).

Às 12h de 21 de fevereiro, a cidade fechou até serviços essenciais, como supermercados e postos de gasolina, suspendeu a circulação do transporte público e montou blitze nas ruas para manter as pessoas em casa.

Deixe uma resposta