“O próximo passo é lockdown, e isso ninguém quer”, diz Volpi

Repórter ABC | Luís Carlos Nunes – O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi em live ao final da tarde desta 2ª feira (15.mar.2021), fez um breve balanço sobre as condições do sistema de saúde da cidade.

Segundo Clóvis Volpi:

“Na semana passada foram atendidas na UPA para exame de COVID, aproximadamente 70 pessoas, sendo que destas destas 70 pessoas, 80% delas já estavam contaminados e já tinha o vírus. Desde 80%, 20% já estavam em condições de internação.Isso é gravíssimo! Ou nós diminuímos o número de pessoas contaminadas, ou nós poderemos aqui em Ribeirão Pires em lockdown. E isso o empresário não quer, o comerciante não quer, ninguém quer. Eu estou me esforçando ao máximo para evitar isso”.

Para o prefeito, falta consciência da população quanto a gravidade do momento.

“Infelizmente, estão organizando festas e aglomerações. Muitos dos que hoje estão doentes, participaram de festas de casamentos e aglomerações. Este final de semana pudemos ver um grande grupo de jovens em motocicletas, isso é muito difícil. A coisa está muito difícil”.

De acordo com o prefeito, somente um grande percentual de vacinados vai resolver a situação.

“Quando tivermos vacinados praticamente  80% da população, lá pelo mês de abril, eu tenho certeza absoluta que esses números vão diminuir”.

Volpi ainda na Live comentou a situação do governo Federal que já teve 4 Ministros da Saúde.

“Não é possível que um país, em um ano de pandemia, tenhamos trocado quatro ministros, cada um com uma ideia diferente, cada um com uma postura diferente. Então nós estamos indo em zigue-zague em relação a COVID. Uma hora vai para direita, para esquerda, ela vai para frente e nós estamos aqui sofrendo aqui embaixo, né”.

O prefeito espera ainda que a repercussão da reportagem do Fantástico seja positiva e que chame de fato a atenção dos governos estaduais para a situação de Ribeirão Pires e também de outras cidade que muitas vezes tem situação econômica inferior.

“Na chamada do Fantástico deste domingo, sobre a situação de Ribeirão Pires, tenho certeza absoluta que uma grande maioria dos municípios do Brasil, que têm inclusive posições econômicas inferiores a de Ribeirão Pires, deve ter ajudado esses outros municípios, e deve ter ajudado o governo do estado também a ficar um pouco mais preocupado. Deve ter ajudado também o governo federal a ficar um pouco mais preocupado”.

Assista ao vídeo.

Deixe uma resposta