Mauá entra na nova Fase Emergencial nesta 2ª feira (15) com restrição de circulação

Restrição de circulação vale das 20h às 5h.

A pandemia não dá trégua e a Prefeitura de Mauá precisou adotar as regras restritivas determinadas pela Fase Emergencial do Plano São Paulo do Governo do Estado. As novas determinações passam a valer a partir desta segunda-feira, 15 de março, e valem por 15 dias. A diferença do decreto estadual para Mauá está em relação, principalmente, às aulas presenciais nas escolas particulares, que obrigatoriamente serão suspensas na cidade durante a nova fase.

Lojas de material de construção deixam a lista de serviços essenciais e não podem abrir. Em todos os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais estão proibidos atendimentos presenciais a clientes.

Serviços de drive-thru estão permitidos para a retirada de produtos, assim como delivery (no caso do setor de alimentação, podem funcionar 24h).

A ressalva fica por conta de farmácias, postos de combustíveis e supermercados, que poderão funcionar como atividade essencial, mas com a proibição de consumo de produtos no local.

O transporte coletivo funcionará normalmente com toda a frota disponível atendendo aos passageiros. A Secretaria de Transportes intensificará a orientação e a fiscalização.

Quem for flagrado infringindo as regras da fase emergencial poderá ser multado em R$ 231,73 – no caso de reincidência, o valor será de R$ 926,92, além de cassação do alvará e lacração do estabelecimento.

Decreto municipal:

Escritórios em geral e atividades administrativas

Obrigatoriedade de teletrabalho (home office)

Comércio de materiais de construção

Proibição do funcionamento e atendimento presencial de clientes. Estão permitidos os serviços de drive-thru (retirada de produtos por clientes com veículo) e de delivery (entrega na casa do comprador)

Estabelecimentos comerciais (Comércio em geral)

Estão permitidos os serviços de drive-thru (retirada de produtos por clientes com veículo) e de delivery (entrega na casa do comprador), com proibição de retirada de produtos no local

Restaurantes,bares, adegas e padarias

Estão permitidos os serviços de drive-thru (retirada de produtos por clientes com veículo) e de delivery (entrega na casa do comprador). Mercearias e padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercados, com proibição de consumo no local

Comércio de produtos eletrônicos

Estão permitidos os serviços de drive-thru (retirada de produtos por clientes com veículo) e de delivery (entrega na casa do comprador), com proibição de retirada de produtos no local

Serviços de tecnologia da informação

Obrigatoriedade de teletrabalho (home office)

Supermercados

Poderão funcionar como atividade essencial, mas com proibição de consumo local

Hotelaria

Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis – a alimentação é permitida somente nos quartos

Esportes

Atividades coletivas profissionais e amadoras suspensas

Atividades religiosas

Proibição de realização de atividades coletivas como missas cultos e reuniões. Templos, igrejas e demais espaços religiosos podem ficar abertos para manifestações individuais de fé. A Prefeitura reforça a recomendação que as pessoas evitem aglomerações e respeitar os protocolos sanitários.

Se precisarem sair de casa, não esqueça de usar a máscara, cobrindo boca e nariz e o álcool gel para higienizar as mãos. E, sempre que possível, mantenha o distanciamento social.

Deixe uma resposta