Jovens em plena pandemia fazem pancadão em Diadema (VÍDEO)

Baile funk aconteceu na Comunidade do Gazuza, onde frequentadores ignoram as máscaras e o toque de recolher

Centenas de jovens ignora ram o toque de recolher na fase vermelha do Plano SP e promoveram um pancadão neste fim de semana na comunidade do Gazuza, em Diadema.

Em plena fase vermelha, onde estão proibidos eventos e abertura de estabelecimentos comerciais, os frequentadores do baile funk, deixaram de lado a recomendação de isolamento social e participaram da festa irregular sem máscaras.

“Queremos mais fiscalização nas ruas. A população quer uma resposta do prefeito Filippi, da Segurança Pública e da Polícia, que não fizeram nada”, afirmou um morador.

A Prefeitura de Diadema emitiu uma nota oficial.

Leia a íntegra:

“A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Diadema ressalta que o problema dos pancadões acontece há quase uma década.

Nesses primeiros meses da atual gestão, essa questão que é extremamente complexa, vem sendo tratada com atenção e prioridade.

Dentre as várias medidas já tomadas, destacamos o mapeamento e a notificação dos respectivos organizadores dessas festas irregulares.

Com isso, a Municipalidade fica legalmente amparada para adoção de futuras medidas administrativas como multas, fechamentos e lacrações.

Com a recém criada Operação Paz e Proteção, desenvolvida pela GCM e a PM, já foram impedidos pancadões na Rua Itália, no Gazuza, no Canhema (Baile da Torre), Morro do Samba, Núcleo 18 de Agosto e, neste último final de semana, no Conjunto Júpiter/Piratininga, no Serraria.

Quanto ao pancadão no Gazuza, a GCM recebeu a reclamação, mas o nosso efetivo estava no Conjunto Júpiter/Piratininga impedindo a realização de outra dessas festas.

A próxima operação será intensificada, além de inibir, simultaneamente, mais pancadões, vai começar a multar aqueles organizadores já notificados.”

Deixe uma resposta