Confusão entre polícia e moradores termina em morte de jovem em Santo André

Durante patrulhamento em comunidade de Santo André, houve confusão e Vitor Lima não resistiu. PM alega que foi hostilizada

Imagem das redes sociais

Um jovem de 22 anos morreu após ser baleado pela Polícia Militar na comunidade do Lamartine, em Santo André, por volta das 22h30 deste sábado (13.mar.2021).

De acordo com informações, os agentes realizavam patrulhamento preventivo para evitar aglomerações na região, quando houve o confronto.

Os moradores afirmaram que os policiais teriam abordado um homem em frente a um bar e o agredido. Vitor Lima teria sido um dos que tentaram impedir.

Houve luta corporal e os PMs reagiram. Eles dispararam três vezes contra a vítima. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fez os primeiros socorros e levou Vitor até um hospital da região, mas ele já estava em parada cardiorrespiratória e não resistiu.

A irmã da vítima, Caroline Messias, afirmou que a polícia estava impedindo os moradores de chegarem perto no momento da confusão. Segundo ela, xingamentos e spray de pimenta foram utilizados contra as pessoas.

No entanto, a versão da PM é de que, durante o patrulhamento, as equipes foram hostilizadas. Houve troca de tiros e um homem foi baleado no local.

O caso foi registrado no 6° Distrito Policial de Santo André.

Protesto

Após a morte de Vitor, a população se revoltou e protestou contra a ação violenta da PM na comunidade. O vidro de uma viatura foi quebrado.

Após a saída das equipes, os moradores atearam fogo em sofás e pneus no meio da rua.

Deixe uma resposta