Volpi faz apelo a população e fala em colapso na saúde de RP: “Não temos mais como atender casos de COVID”

Repórter ABC | Luís Carlos Nunes – O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL) acabou de fazer um apelo dramático aos munícipes de Ribeirão Pires. Em vídeo divulgado, o prefeito falou que a cidade entrou em colapso e que Ribeirão Pires já não tem mais condições de manter pessoas contaminadas com COVID-19  UPA da Santa Luzia.

Assista ao vídeo ao final da matéria.

“Como nós havíamos previsto e edito alguns dias atrás, que nós teríamos um mês de março terrível, principalmente depois do dia 10 de março, isso está acontecendo. Hoje Ribeirão Pires entrou em colapso, ou seja, nós não temos mais condições de manter pessoas contaminadas com covid dentro da UPA! Nós não temos mais vagas no nosso hospital de campanha!”, disse.

Segundo ainda Volpi a situação grave atinge toda a região do ABC e que a administração municipal está tendo que recorrer a outros meios para atender as necessidades de atendimento.

“O ABC inteiro está totalmente tomado, com os hospitais, com as suas UTI’s, tanto na rede pública, quanto na rede privada. Estamos vivendo um momento extremamente grave. E aí é isso que eu quero dizer a vocês, como é que funciona isso, os doentes que chegarem agora nós temos que fazer um registro no sistema Cross que pertence ao estado de São Paulo e não pertence ao município. Esse sistema depende da vaga que tem em todo o estado, mas principalmente na grande São Paulo, receberiam os doentes das cidades que não tem mais lugar para ficar e nas suas próprias cidades, isso é do estado. O município está fazendo tudo que pode! Chegamos no limite!”.

Volpi apelo para que os munícipes colabores nesse momento de gravidade não participando de aglomerações, festa e que permaneçam dentro de suas casas.

“Eu quero pedir a todos vocês que não participem de festas, fiquem nas suas casas, você poderá contaminar ou ser contaminado e não há mais lugar dentro dos hospitais para que a gente possa atender dignamente”.

Com semblante preocupado e em tom firme, eu repetidamente pediu por favor.

“Eu tenho amedrontado as pessoas às vezes, alguns irritam, mas essa é a nossa verdade! Hoje não adianta ficar nos enganando aqui, então peço a todos vocês e quem tem apenas alguma doença aparente não vá a UPA, a UPA está recebendo praticamente pessoas para testes de convite. por favor não vá AUPA se você tiver uma dorzinha de cabeça. Se você machucou o pé não vá UPA, vamos procurar uma UBS quem sabe lá nós podemos te atender até melhor do que estaremos atendendo na UPA. Por favor compreendam isso, ajudem o poder público a resolver esses problemas é nosso problema, nós estamos fazendo o que podemos fazer. Por favor, por favor, entendam a gravidade hoje do nosso sistema de saúde”, solicitou.

Na conclusão de sua fala ele pediu a proteção de Deus diante dessa gravidade.

“Um abraço, muito obrigado a todos e vamos pedir a Deus que nos ajude a resolver esse problema o mais rápido possível, muito obrigado”.

Atualização

A prefeitura de Ribeirão Pires encaminhou nota de esclarecimento confirmando que os leitos da cidade para COVID-19 estão ocupado e, 100% e que para novas internações a cidade deverá buscar vagas em outras cidade. Acompanhe abaixo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A prefeitura de Ribeirão Pires, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que o Hospital de Campanha município atingiu 100% de ocupação. Isso significa que para receber novos pacientes, outros precisam ter alta médica. Caso alguém necessite de internação nesse momento, a Secretaria de Saúde terá que buscar vaga em outras cidades. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA Santa Luzia) está lotada, todos os respiradores estão em uso, 31 pacientes estão aguardando resultado dos testes de Covid e 5 estão na fila aguardando um leito de UTI.

Deixe uma resposta