Maratonista aquática de Ribeirão Pires promove vaquinha para participar da travessia do Leme ao Pontal no RJ

A professora Amanda Tabarelli precisa arrecadar R$ 3 mil até o dia 10/04 para participar de travessia no Rio de Janeiro

A maratonista aquática, Amanda Tabareli de 37 anos, moradora do bairro Santa Clara em Ribeirão Pires organizou uma vaquinha para poder participar de um dos maiores desafios de sua vida: travessia aquática em mar aberto do Leme ao Pontal, no Rio de Janeiro, em prova que tem percurso de 36 km e duração de cerca de 11 horas e prevista para acontecer no dia 18 de abril.

Em postagem na sua página pessoal no Facebook – ver vídeo final da matéria – em também na página “Vaquinha”, Amanda fala sobre a prova.

“Eu sou Amanda, maratonista aquática, mãe do Lenine e mais 10 peludos resgatados, Professora de escola pública e quero realizar a maior e mais bela Travessia Aquática do Brasil, a Travessia do Leme ao Pontal no RJ, junto com essas sereias aí da foto. Serão 36 km de prova com uma duração de mais ou menos 11 horas de nado em águas abertas”.

Segundo Amanda Tabarelli, que é professora da rede pública estadual onde leciona Física e Matemática na Escola Estadual Ruth Neves Sant’Anna em ribeirão Pires, ela diz que seus ganhos não são suficientes para arcar com os custos para a competição.

“Treino, amamento, dou aulas e ainda sou supervisora de um projeto da UFABC nas escolas públicas, o PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência). Participar dessa travessia significa mostrar que, mesmo uma mulher que tem que se desdobrar em mil para viver, uma mulher que amamenta, uma mulher que é professora, que tem um projeto na universidade, pode fazer o que gosta e realizar seu sonho. Meu salário de professora de escola pública não condiz com meu desejo de realizar essa prova”, afirma a maratonista.

Para que esse desafio seja cumprido ao lado das integrantes da Liga das Mulheres Sereias, Amanda está promovendo uma vaquinha virtual para levantar a quantia de três mil reais, que será destinada a taxa de inscrição, a viagem, hospedagem e alimentação. A quantia de R$ 3 mil precisa ser levantada até o dia 10 de abril.

“Voltei a treinar há 7 meses, ainda amamento e, apesar de todo trabalho do dia a dia, encontro disposição para realizar meus treinos rumo ao maior desafio da minha vida de nadadora. Infelizmente, o salário de Professora no Brasil, não condiz com esse desejo e é esse o motivo de eu estar aqui pedindo ajuda de vocês mais uma vez. Eu já tenho o apoio da Academia Sabará, do Rodrigo Ávila, Mestre dos Mares e ADC Pérola da Serra. E preciso de vocês para conseguir realizar mais esse desafio na minha vida de atleta amadora, disse Amanda na página Vaquinhas”.

Atualização mais recente, no Portal Vaquinhas, mostra que Amanda já conseguiu a maior parte do dinheiro para participar da prova, como se verifica abaixo. Clique aqui e faça a sua doação de qualquer valor.

“Cheguei até aqui e, com certeza, chegarei até a Pedra do Pontal, onde meu filho estará me esperando para receber aquele ‘mamazão’”, concluiu Amanda Tabarelli.

Deixe uma resposta