Ladrão morre em troca de tiros após roubar carga de cobre avaliada em 1 milhão em Diadema

Um dos envolvidos foi preso, em flagrante, dentro de um dos caminhões

Policiais da 2ª Divecar (Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos, Roubos e Receptação de Cargas) conseguiram interceptar um roubo em andamento, em uma empresa de sucata, na rua Pedro Paulo Celestino recuperando R$ 1 milhão em cobre. A ação que aconteceu, na manhã desse sábado (06.mar.2021) e terminou um dos envolvidos preso e o outro morto após atirar contra os policiais na tentativa de fuga.

A equipe pertencente ao DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) em curso de investigações descobriu que um estabelecimento do ramo de sucata, em Diadema, poderia ser alvo de ação criminosa na madrugada deste último sábado. Os policias montaram campana e após perceberem o condutor de um Fiat Toro que saiu de ré alta velocidade, seguido, por outro veículo, em uma das empresas ali existentes foram averiguar.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Nesse mesmo momento, três suspeitos em posse de armas de fogo saíram correndo a pé, atirando contra os policiais. Um dos envolvidos foi baleado, socorrido ao Hospital de Diadema, mas não resistiu aos ferimentos. A arma que estava com ele foi apreendida. Os demais fugiram em uma moto.

Dentro da empresa, encontraram parte das vítimas amarradas e souberam que, ao menos, quatro assaltantes surpreenderam os funcionários durante a troca de turno pela manhã. Um dos envolvidos foi preso dentro de um caminhão, com as placas adulteradas, com parte da carga que seria levada. Inicialmente, ele mentiu dizendo que também havia sido rendido pelo bando.

Segundo um dos vigilantes do local, os assaltantes se passaram por policiais civis para conseguirem entrar na empresa. Os funcionários foram obrigados a permanecerem boa parte do tempo com a cabeça abaixada, o que dificultou a identificação dos integrantes do bando. Por volta das 10h, o dono do estabelecimento ao chegar viu que havia algo estranho e deu a ré no veículo para tentar escapar.

O caso foi registrado como roubo, associação criminosa e morte decorrente de intervenção policial do 3º DP de Diadema. A Polícia Civil dará continuidade as investigações para identificar e prender os demais envolvidos.

Deixe uma resposta