Diocese de Santo André estuda incluir pastoral para comunidade LGBTQI+

O Bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini em entrevista ao jornalista Leandro Amaral nesta 6ª feira (19.02.2021), informou que em conjunto a coordenação local, estuda acolher a pastoral LGBTQ+ já existente na Diocese de São Paulo.

De acordo com o Bispo, já existe um grupo de pessoas homoafetivas na Diocese e foi solicitado a inclusão do grupo de reflexão.

“A coordenação de pastoral está trabalhando para instalar este grupo na diocese. Não se trata de apoiar ou não, e sim de acolher como Jesus acolheu, e ensina-las a conviver sem se sentirem condenadas ao inferno por estarem em uma situação que não pediram para estar. O diálogo é necessário mesmo dentro de grupos da igreja”, informa.

O pensamento de incluir o grupo vem em paralelo a Campanha deste ano, que traz o tema Fraternidade e Diálogo, ressaltado por Cipollini como uma das formas de aproximar as pessoas e deixar de lado as diferenças.

“O cristão tem que começar a ser convicto de que o caminho que leva a paz desejada é o diálogo e a união. É o momento de fazermos um auto exame sobre a nossa cultura, temos um substrato de levar vantagem em tudo, aproveitar de todas as situações para sermos melhor que os outros, mas tudo isso é visto como negativo e vantagem”.

Deixe uma resposta