Anvisa decide nesta sexta-feira (22) se libera mais 4,8 milhões de doses da CoronaVac

A Anvisa já autorizou o uso de 6 milhões de doses importadas da China. Agora, a agência vai deliberar sobre as doses produzidas pelo Instituto Butantan

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne na sexta-feira, 21, para decidir se libera mais um lote de 4,8 milhões de doses da CoronaVac para uso emergencial no Brasil, avaliando a eficácia e a segurança, as boas práticas de fabricação e eventuais efeitos adversos em voluntários que testaram a vacina.

No último domingo, 17, a Anvisa autorizou o uso de 6 milhões de doses importadas da China.

Agora, a agência vai deliberar sobre as doses produzidas pelo Instituto Butantan –  que através de uma parceria com a farmacêutica chinesa que desenvolveu a vacina, a Sinovac, produz o imunizante no Brasil.

Deixe uma resposta