Ex-assessor de Roncon que se recusava a devolver celular entrega aparelho todo quebrado a prefeitura

O ex-assessor de Gabriel Roncon, Vitor Oliveira após diversas notificações para que devolvesse um aparelho IPhone corporativo, acabou devolvendo o mesmo totalmente com a sua tela destruída e cheia de rachaduras.

Segundo as informações recebidas, os aparelhos podem ter valores superiores a R$ 10 mil, a depender do modelo.

Os ex-comissionados foram desligados de suas funções no mês de dezembro de 2020 e não devolveram os equipamentos. Vitor Oliveira foi notificado por várias vezes e consta que de forma debochada, chegou a dizer que só devolveria o equipamento quando comprasse um novo aparelho para ele.

Após insistentes cobranças, Vitor Oliveira cedeu e acabou devolvendo o aparelho celular que estava sob a sua guarda, mas em péssimas condições conforme se verifica na imagem.

Vitor Oliveira que utilizava o celular para uso em suas atividades pode ter que arcar com os prejuízos e também responder judicialmente por danos ao patrimônio público.

Atualização

Pelas redes redes sociais, Vitor Oliveira comentou a referida matéria, a qual segue na íntegra:

“Bom como não sou de fugir do debate, ainda mais esse que envolve meu nome gostaria de esclarecer alguns pontos, já que em momento algum fui procurado pela reportagem para ter direito a resposta. Primeiro esses celulares foram uma doação que a prefeitura recebeu, portanto não houve compra do aparelho. Segundo o valor de custo que matéria coloca é astronômico já que trata de um aparelho iPhone 7. Outro ponto é que eu demais funcionários usávamos tais aparelhos para o trabalho, porém infelizmente teve um dia que eu estava executando um trabalho na rua e celular caiu da minha mão, se consultarem os profissionais efetivos saberão que sempre o celular teve capa de proteção e película de vidro, mas infelizmente mesmo assim a tela trincou. Tenho o documento no qual prova que entreguei o aparelho para prefeitura e o mesmo documento consta a informação que o aparelho está em pleno funcionamento, inclusive no documento consta que tela está trincada e que eu poderia sim ter arcar com o prejuízo, o que em momento algum me recusaria. Mas fiz questão de entregar o aparelho com todos os itens originais. Enfim estou aguardando o resposta do documento que assinei na prefeitura para eventual concerto do aparelho”, sic.

Deixe uma resposta