Kiko vai ao STF em busca de liminar para garantir o seu registro eleitoral

O prefeito de Ribeirão Pires Kiko Teixeira (PSDB) ingressou no Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de liminar para garantir o seu registro de candidatura para concorrer nas eleições municipais de novembro.

A petição foi protocolada no início da tarde deste domingo (18) e tem como relator do processo o ministro Ricardo Lewandowski.

Kiko encontra-se inelegível em razão de condenação em segunda instância em ato de improbidade administrativa cometida quando era prefeito da cidade de Rio Grande da Serra.

Segundo o STF, o processo encontra-se conclusos para o despacho do relator. A prazo limite para o julgamento das candidaturas ou substituição de nome pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é a próxima segunda-feira, 26 de outubro.

Há no TRE dois pedidos de impugnação de sua candidatura que tem como base a Lei da Ficha Limpa.

A coordenação de campanha de reeleição de Kiko organiza para a próxima quinta-feira (22) um evento denominada como “Arrancada”.

Deixe uma resposta