Justiça Eleitoral valida candidatura de Marinho com PTB na vice

Juiz da 174ª Zona Eleitoral afasta pedido de impugnação do MP e autoriza campanha do ex-prefeito com Ana Paula Lupino como aliada

O juiz Rodrigo Faccio da Silveira, da 174ª Zona Eleitoral de São Bernardo do Campo, rejeitou o pedido do Ministério Público Eleitoral e deu aval ao registro de candidatura do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que tenta voltar ao Paço nas eleições deste ano.

O MPE queria impugnar a candidatura de Marinho pela parceria com o PTB. O petista escolheu a advogada Ana Paula Lupino, do PTB, como vice, mas a direção nacional vetou a aliança. Presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson barrou elos políticos com série de legendas, entre elas o PT.

Silveira acatou argumento da defesa de Marinho, de que a resolução impedindo a aliança feita pelo PTB nacional aconteceu fora dos prazos estabelecidos pela Lei de Eleições. A legislação diz que normas como essa precisam ser editadas seis meses antes da eleição. A resolução de Jefferson foi publicada dia 4 de setembro – já fora do limite legal.

Há possibilidade de o MP reforçar o pedido de impugnação no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), mas a defesa de Marinho, feita pelos advogados Jemima de Moura Cruz Gomes e Fabio Mariano, manterão a tese de descumprimento dos prazos eleitorais para validar o veto da aliança entre PT e PTB em São Bernardo.

Deixe uma resposta