PF apreende 4 aviões e 15 milhões em ouro de garimpos clandestinos no Pará

Os policiais federais deflagraram a operação Ouro Fino contra garimpos clandestinos e o “esquentamento” do ouro para criar uma falsa legalidade ao minério extraído ilegalmente

A Polícia Federal (PF) apreendeu, nesta sexta-feira (9), em Santarém, no estado do Pará, 4 aviões e 62 barras de ouro, avaliadas em R$ 14,8 milhões. A ação fez parte da operação “Ouro Frio”, que visa desmantelar garimpos ilegais na região.

Além do ouro, os 4 aviões apreendidos são suspeitos de serem utilizados para transportar o ouro ilegal. A operação é baseada em inquéritos que são desdobramentos de uma investigação que começou em 2016 sobre a cadeia produtiva do ouro no oeste do Pará.

Os alvos são garimpos clandestinos, mas também pessoas que atuam como intermediárias na cadeia, que fazem o transporte do ouro, por exemplo.

Apesar de ainda não ter havido nenhuma prisão, os proprietários do material apreendido podem ser penalizados por extração ilegal de minério, falsificação de documentos e associação criminosa.

Essa ação faz parte da ‘Operação Verde Brasil 2’, iniciada em maio de 2020, que visa a proteção e preservação da Amazônia e outros biomas. A operação conta com apoio das Forças Armadas.

Deixe uma resposta