Um terço dos pacientes de Covid-19 tiveram funções mentais alteradas, segundo estudo

Estudo norte-americano mostra que um terço dos pacientes de Covid-19 nos EUA tiveram suas funções mentais alteradas. Eles ainda ficaram mais tempo hospitalizados e, quando liberados, tiveram dificuldades de voltar com a rotina

Cerca de um terço dos pacientes de Covid-19 tiveram algum tipo de alteração mental – como confusão, delírio ou falta de resposta – nos Estados Unidos, de acordo com estudo publicado na segunda-feira, 5, no Annals of Clinical and Translational Neurology.

Segundo o The New York Times, trata-se do maior estudo sobre sintomas neurológicos do novo coronavírus dos pacientes norte-americanos. Foram analisados os primeiros 509 casos registrados de Covid-19 no país, entre 5 de março e 6 de abril, em 10 hospitais.

O documento informa que os pacientes com as funções mentais alteradas tiveram piores resultados médicos. Estes pacientes ficaram três vezes mais tempo hospitalizados do que os que não tiverem as funções neurológicas afetadas.

Deixe uma resposta