É delírio ou é verdade tanta infâmia sob os céus?

do Jornal OExpresso | Carlos Alberto Sampaio – Existem coisas neste País que realmente nos deixam abismados, desde que saibamos fazer as 4 operações:

Enquanto o rachadão pentecostal está prestes a perdoar  1 bilhão de reais  para as Igrejas evangélicas;

Enquanto o Banco Central lucra R$500 bilhões – apenas nos cinco primeiros meses do ano – como resultado da especulação com  o dólar e vai gastar tudo com o serviço da dívida;

Enquanto o Judiciário vai gastar mais de R$50 milhões “comprando” 15 dias de férias do senhores magistrados;

O Governo limita o fornecimento da merenda escolar àquelas famílias que provem que ganham menos de R$89,00, per capita, por mês. Um casal com três filhos menores, por exemplo, precisa provar que ganha menos de R$445,00 por mês para ter direito à merenda escolar enquanto as aulas não reiniciarem.

Há dois meses, o Tribunal de Justiça do Rio determinou que o Estado e o Município do Rio garantissem a alimentação de todos os estudantes, sob pena de multa de R$ 10 mil, em caso de descumprimento.

Por seu turno, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, atendeu a um pedido do Governo Fluminense e considerou que a medida causa risco às finanças públicas e, ainda, que a decisão sobre alimentação dos alunos cabe ao Executivo e não ao Judiciário.

Como disse e nos repete todo dia Castro Alves:

Senhor Deus dos desgraçados!
Dizei-me vós, Senhor Deus,
Se eu deliro… ou se é verdade
Tanto horror perante os céus?!..

Deixe uma resposta