Vereador Amigão D’orto protocola emenda que reduz em 20% o salários de prefeito, vice, secretários e vereadores

O vereador Amigão D’orto (PSB) protocolou na tarde desta quarta-feira (19) duas emendas que na prática reduzem as atuais remunerações dos vereadores, prefeito, vice e secretários municipais em 20%.

Pela proposta que deverá ser analisada e votada na sessão prevista para acontecer nesta quinta-feira (20), o vereador Amigão D’orto sugere que os vereadores que forem eleitos e empossado em 1º de janeiro de 2021 recebam mensalmente R$ 8.016,93, ou seja 20% a menos que os atuais R$ R$ 10.021,17.

Amigão D’orto através da segunda emenda também propôs redução de 20% nas remunerações do executivo onde o próximo prefeito teria fixado a partir de 1º de janeiro de 2021, R$ 16.033,87.

Caso a proposta seja aprovada pela maioria dos parlamentares,  o vice-prefeito e secretário municipais passariam a receber mensalmente R$ 8.016.93.

Levando-se em consideração somente os valores com salários a Câmara de Ribeirão Pires economizaria anualmente R$408.864,96 e ao final de 4 anos R$ 1.635.459,84.

O executivo, levando-se em consideração as 20 secretarias informadas no Portal Oficial e os cargos de prefeito e vice, irá economizar anualmente R$ 593.254,92 e ao final de quatro anos a economia será de R$ 2.373.019,68.

Ao Repórter ABC, o vereador Amigão D’orto disse estar confiante de que a proposta apresentada será aprovada pela maioria no parlamento municipal.

“A inciativa tem como objetivo a redução da máquina pública com o pagamento de salários de vereadores e e cargo do executivo municipal. Estamos passando por momento difícil na economia e precisamos nos prevenir já sabendo que a próxima gestão terá dificuldades para administrar a cidade e cumprir com serviços básicos para a população. Desde o início do meu mandato assumi um compromisso com a população de zelar pela coisa pública que é de todos”, argumentou Amigão D’orto.

Acompanhe abaixo as proposta do vereador

Deixe uma resposta