Ribeirão Pires se aproxima de 1.000 casos confirmados de COVID-19

Do Repórter ABC – Dados mais atualizados do governo do Estado de São Paulo apontam que Ribeirão Pires está próximo de alcançar  a marca de 1.000 casos confirmados para coronavírus (COVID-19). Desde que  o primeiro caso foi registrados em 25 de março de 2020, nesta terça-feira (18), a cidade registrou 974 casos, segundo os dados oficiais. A cidade acusou nesta terça-feira (18), número menor de casos confirmados, apresentando 859 incidências.

Segundo ainda informa o governo do Estado, entre os que contraíram COVID-19 em Ribeirão Pires, 529 são da raça branca (67,1%),  185 de raça parda (23,5%),  30 são negros (3,81%),  3 indígenas (0,38) e 41 amarelos (5,2%).

Na cidade, entre os que contrariam a doença, 52% são do sexo feminino e 48% masculino sendo que 47,3% estão entre a faixa etária dos 30 aos 49 anos de idade.

A taxa de letalidade na cidade registrada é de 6,46% e o índice de isolamento social ficou registrada na segunda feira (17) na casa de 41%.

A maioria dos óbitos em razão do coronavírus são de homens (58%) e as mulheres representam 42% dos casos fatais que estão na faixa etária de 60 a 79 anos (59,6%).

Entre os mortos, 70 % são brancos, 27,5% pardos e 2,5% negros. No item “óbitos” há conflitos nos números apresentados entre o governo do Estado e a prefeitura municipal quando são apresentados 52 e 63 respectivamente.

Conforma ainda os dados do governo do Estado atualizados às 15hs00 do dia 18 de agosto, os homens predominam nos casos fatais, representam pouco mais de 50% maiores quando comparados ao números de óbitos registrados de mulheres.

Entre os vitimados fatais do COVID-19, 88,3% tinham algum tipo de doença preexistente destacando-se doenças do coração (38,5%), diabetes (26,9%) e doença renal (9,6%).

Como ainda não há medicação ou vacina cientificamente comprovada como eficaz, siga as recomendações das autoridades de saúde usando máscara, mantendo distanciamento social, evite aglomerações, higienize bem as mãos com água e sabão e faça uso de álcool em gel à 70%.

Deixe uma resposta