Polícia Federal cumpre mandado contra Paulinho da Força em nova fase da Lava Jato

A Polícia Federal cumpre nesta terça mandado de busca e apreensão contra o deputado federal Paulinho da Força e presidente do Solidariedade.

A operação Dark Side, dentro do âmbito da Lava Jato, é primeira junto à Justiça Eleitoral de São Paulo desde que o Supremo Tribunal Federal reafirmou a competência da Justiça Eleitoral para crimes conexos aos crimes eleitorais.

São cumpridos sete mandados de busca e apreensão em São Paulo e Brasília, além do bloqueio judicial de contas bancárias e imóveis dos investigados.

A operação foi deflagrada após inquérito encaminhado à Justiça Eleitoral de São Paulo em 2019 com base em delação premiada de acionistas e executivos do Grupo J&F.

De acordo com investigações, foi constatado indício do recebimento de doações eleitorais não contabilizadas durante campanhas eleitorais dos anos de 2010 e 2012, totalizando R$1,7 milhão.

Segundo o Ministério Público Eleitoral, os pagamentos teriam ocorrido por meio da simulação da prestação de serviços de advogados e pagamento de valores em espécie por doleiros contratados.

Deixe uma resposta