Estado de São Paulo ultrapassa 200 mil infectados. Governo anuncia nova fase de testagem para mais vulneráveis

José Henrique Germann, secretário de Saúde de São Paulo, divulgou na entrevista coletiva desta sexta-feira que foram registrados mais 19.030 casos confirmados e 386 mortos pelo novo coronavírus, que totalizam, desde o início da pandemia, 211.658 contágios e 12.232 óbitos. Segundo Germann, a grande diferença entre casos registrados de ontem para hoje se deu pelo “acúmulo de dados de três dias” em que o sistema de contabilização teve problemas. São ainda 4.996 internados em UTI, que representam uma ocupação de 66,5% no Estado, e 7.981 internados em enfermaria, entre suspeitos e confirmados.

Na mesma coletiva, o governador João Doria divulgou o início de uma nova fase de testagem no Estado, com 233.000 testes que serão direcionados a funcionários do setor público essencial e populações mais vulneráveis.

“A população vulnerável é o alvo da infecção neste momento”, ressaltou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan. Ele exemplificou dizendo que o projeto “piloto” de testes está sendo feito em presídios, Fundação Casa, pessoal de segurança pública, lares de idosos e comunidades periféricas de grandes centros urbanos. “Identificar e isolar é fundamental no combate, é isso que estamos reforçando. Mas além de diagnosticar, é preciso atuar nas condições higiênicas de uma comunidade, por exemplo”, disse Covas.

Doria também informou que o secretário de Segurança Pública, General Campos, testou positivo para a covid-19 nesta semana. Como teve contato com Campos, o governador fez seu quinto teste para diagnóstico da doença, que outra vez deu resultado negativo.

Deixe uma resposta