“Costurando Sorrisos”: Campanha visa produção de máscaras em toda a Diocese de Santo André

A Diocese de Santo André, por meio do Vicariato Episcopal para a Caridade Social, lança nesta segunda-feira (25/05), mais uma ação em prol das pessoas em situação de vulnerabilidade social e famílias carentes em tempos de pandemia da Covid-19: trata-se do projeto “Costurando Máscaras, Costurando Sorrisos”, que visa a distribuição dos materiais de proteção para a população das dez regiões pastorais das sete cidades do ABC Paulista.

Com o slogan “Com sua ajuda, ninguém vai ficar sem máscaras na Diocese de Santo André! Contra a Covid-19! A favor da vida! Em favor dos mais pobres!”, os objetivos da iniciativa são:

*Evitar a propagação do novo coronavírus, por meio do uso de máscaras

*Fazer um levantamento dos assistidos pelas pastorais sociais da Diocese de Santo André

*Produzir máscaras em tecido tricoline ou algodão, laváveis e reutilizáveis para todas as famílias atendidas pelas pastorais

*Produzir máscara em TNT duplo, descartáveis para as pessoas em situação de rua

*Entregar, por meio das paróquias, as máscaras às famílias assistidas e, por meio do Vicariato, às pessoas em situação de rua

Como ajudar?
As pessoas podem contribuir com o projeto por meio de três modalidades: doadores de material, costureiras e agentes de pastoral. Entre em contato com o Centro de Pastoral: 99981-1233 e informe qual categoria, paróquia e cidade deseja colaborar com essa ação de solidariedade!

Doadores do material
*Tecido tricoline ou algodão, elástico e linha. Para 1 mil máscaras são necessários 63 metros de tecido, 500 metros de elástico e 12 carretéis de linha para máquinas retas. Para as máscaras descartáveis, usar TNT.

Costureiras
*Voluntárias para fazer as máscaras.

Agentes de pastoral
*Fazer o levantamento junto às famílias assistidas para saber quem já tem máscara e quantas pessoas precisam na casa (inclusive, se há a necessidade de máscaras infantis).

*Entregar as máscaras para as famílias assistidas pelas pastorais sociais que ainda não tem máscaras

Primeiros passos
Segundo a secretária do Centro Diocesano de Pastoral, Mércia Aparecida Ferreira, uma experiência de sucesso já é observada nas regiões pastorais de São Bernardo – Centro, Anchieta e Rudge Ramos, que já produziram e entregaram mais de 6 mil máscaras neste mês de maio.

De acordo com o vigário episcopal para a Caridade Social, Pe. Ryan Mathew Holke, o Vicariato Episcopal para a Caridade Social dará um incentivo inicial com tecidos e elásticos para cada região pastoral. “Mais do que uma iniciativa de solidariedade, é um ato de amor e cuidado com o próximo”, destaca.

Deixe uma resposta