Rio Grande: Secretária de Saúde é sabatina por vereadores em audiência pública. Vereador Akira não comparece

A Câmara de Rio Grande da Serra promoveu audiência nesta última quarta-feira (20) para discutir as ações de combate ao Coid-19. A convite dos vereadores, a secretária de Saúde, Raquel dos Santos foi sabatinada pelos parlamentares sobre as ações do Município no combate ao avanço da doença.

O vereador Akira que a pouco dias procurou o Ministério Público (MP) no dia 15 de maio para questionar os atos da secretaria de saúde, sequer compareceu à reunião. Na oportunidade Akira sentindo-se contrariado havia solicitado um Mini-Hospital sem indicar fonte de recursos ou sugerir alternativa orçamentária, demonstrando inconsistência em seu pleito.

Em seu microblog, Twitter, Akira que abdicou da real oportunidade de questionar a administração municipal disse que apresentou proposta de criação de uma controladoria de gastos relacionados ao coronavírus em flagrante campanha eleitoral se utilizando da temorosa pandemia do coronavírus.

Esta não é a primeira vez em que o vereador Akira – que é pré-candidato ao Paço Municipal – se utiliza de questões delicadas para a sociedade buscar autopromoção política. Ver abaixo.

A secretária informou aos vereadores presentes que a implantação dos leitos para pacientes infectados pelo Covid-19 está sendo instalado em um anexo da Upa, e defendeu a área escolhida.

“Os leitos estão sendo instalados em uma área anexa a Upa, onde temos pessoal especializado para o atendimento. Rio Grande da Serra está no protocolo de atendimento do Ministério da Saúde como atenção básica, não teríamos condições técnicas e de pessoal para propor os leitos em outro espaço”, destacou a secretária.

Ainda segundo a secretária Raquel todos os cuidados estão sendo tomados e a população, pacientes da Upa e servidores não correm qualquer risco de contaminação.

“Infelizmente algumas pessoas postam Fake News, falam inverdades. Os leitos são trazem perigo algum para os moradores dos arredores que inclusive estão recebendo informações sobre a instalação dos leitos. Nenhum paciente da Upa terá contato com os internados por Coronavírus já que as entradas são distintas. E por fim, os nossos médicos, enfermeiros e auxiliares estão capacitados e com os itens necessários de segurança para tratar os pacientes”.

Durante o encontro, a Secretaria de Saúde informou ter ajustado o protocolo de atendimento na cidade. Grávidas passaram a ter acompanhamento exclusivo no Centro de Especialidades Médicas (CEME), a Upa ficou prioritariamente para casos de urgência e emergência. Casos de menores graves são atendidos nas UBSs dos bairros e na unidade da região central, esta aberta inclusive aos finais de semana.

“Redirecionamos o fluxo de atendimento na saúde para evitar a proliferação do vírus, mas precisamos da contribuição da população. Saia de casa apenas quando necessário, nas ruas use máscara e mantenha o distanciamento social”, finalizou a secretária.

Na região do Grande ABC, Rio Grande da Serra e Santo André são as cidades com os maiores índices de pacientes recuperados da doença.

O presidente da Câmara, vereador Ébio Viana, o Bibinho (Cidadania) destacou que o encontro serviu para dirimir dúvidas dos vereadores, bem como, dar aos parlamentares subsídios e informações oficiais para que possam ser passadas à população.

Deixe uma resposta