TCE nega recurso de contas da Câmara de 2016 e Zé Nelson pode ficar inelegível

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) negou nesta quarta-feira (20), o recurso apresentado pela Câmara de Ribeirão Pires em relação as contas do ano de 2016 e que foram julgadas irregulares. A decisão pode causar problemas eleitorais para o vereador e ex-presidente da Casa, José Nelson de Barros.

Entre os itens apontados para a rejeição estão despesas com combustível usado pela antiga frota da Casa, excesso de cargos comissionados e adiantamento salarial a parlamentares.

O Recurso Ordinário teve como relatora a Conselheira Cristiana de Castro Moraes.

José Nelson já teve as suas contas de 2015 rejeitadas pelo TCE, na época ele em entrevista a um veículo de comunicação regional admitiu as irregularidades e minimizou o fato de as rejeições o tornarem inelegíveis, com base na Lei da Ficha Limpa. “Se não conseguir uma outra vez (ser vereador), não tem problema.”

Deixe uma resposta