Governo do Estado aponta Ribeirão Pires com a maior taxa de letalidade por COVID-19 no ABC. Santo André tem a menor taxa

Dados mais atualizados na página do Governo do Estado de São Paulo (18/05) apontam que Ribeirão Pires lidera no índice de letalidade por coronavírus no ABC Paulista.

Segundo os dados oficiais Ribeirão Pires tem taxa de 8,7%, seguida por São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul com letalidade de 8,2%. A cidade de Diadema apresentou na última segunda-feira (18) taxa de letalidade de 7,9% e Mauá 6,5%. Santo André registrou na mesma data 5,2%. Os números referem-se a óbitos de residentes em cada cidade.

Ainda que Ribeirão Pires com os seus 123.393 habitantes seja a cidade com maior índice de taxa de isolamento social  que registrou nesta segunda feira 55%, segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI) do Governo do Estado que faz aferição diária os números são preocupantes se comparados às populações das outras cidade.

Santo André, que registrou a menos taxa de mortes por coronavírus no mesmo período e tem população de 718.773, registrou na na mesma data uma taxa de isolamento social de 54%.

São Caetano do Sul e são Bernardo do Campo registraram ambas 53% tendo 161.127 e 838.936 habitantes, respectivamente.

Diadema que possui 420 934 habitantes registrou 51% e com o menor índice de isolamento social a Cidade de Mauá que tem 472.912 apontou uma taxa de 48%.

Os dados populacionais são estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) para 2019.

Deixe uma resposta