Ministério Público reverte recursos para Mauá e Ribeirão Pires combaterem o Coronavírus

Da redação do Repórter ABC – O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) através do Grupo Especial de Repressão a Delitos Econômicos (Gedec) reverteu recursos para o combate ao covid-19 para Ribeirão Pires e Mauá. Os recursos foram obtidos a partir de acordos firmados no âmbito de ações envolvendo o esquema que ficou conhecido como “Máfia do ISS” na capital.
Ribeirão Pires recebeu R$ 71.368,75 e a cidade de Mauá R$ 300.000,00. A capital de São Paulo recebeu R$ 50.000.363,50.
Segundo as informações obtidas pelo Repórter ABC, os valores que estão sendo distribuídos nas diversas cidades do Estado ultrapassam R$ 73 milhões.
As investigações do Gedec, feitas em conjunto com a Controladoria-Geral do Município, apuraram que o grupo criminoso cobrou propina de praticamente todos os empreendimentos imobiliários de padrão entre médio e alto lançados na cidade de São Paulo entre 2009 e 2011. Os então auditores fiscais, hoje exonerados, ofereciam às empresas a possibilidade de pagar menos Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), embolsando boa parte dos valores devidos. Em determinados casos, apenas 10% do valor pago foram direcionados aos cofres públicos.

Acompanhe abaixo como está sendo feita a distribuição.

Deixe uma resposta