MP de São Paulo alinha estratégias contra violência doméstica na pandemia

Reunião online sobre o tema reuniu mais de 100 participantes

Em reunião ampliada da Escola Superior do MPSP e do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOCrim) nesta segunda-feira (13), promotores e procuradores de Justiça debateram formas de prevenção, punição e recuperação do agressor na violência doméstica, além do atendimento às vítimas durante a pandemia de coronavírus.

O debate online aconteceu via Teams e teve mais de 100 participantes. O grupo foi orientado a alinhar algumas formas de trabalho e todos tiveram a oportunidade de tirar dúvidas.

Violência contra mulher aumenta na pandemia, diz nota do CAOCrim e Núcleo de Gênero

Dados apontam para crescimento de 30% nos casos em um mês

A quarentena que vigora por causa da pandemia provocada pelo coronavírus tem provocado aumento dos casos de violência contra a mulher. A constatação é do Núcleo de Gênero e do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOCrim) do MPSP, que publicaram nota técnica conjunta nesta segunda-feira (13/4).

De acordo com os dados levantados, em março 2.500 medidas protetivas foram decretadas em caráter de urgência, ante 1.934 no mês anterior. Portanto, o crescimento foi de quase 30%, reflexo da profusão de casos de violência doméstica em virtude do maior número de horas que as mulheres têm ficado expostas a seus companheiros.

A nota técnica foi elaborada pelos promotores Valéria Scarance, Arthur Lemos, Fernanda Narezi, Ricardo Silvares e Rogério Sanches.

Deixe uma resposta