Italiana da cidade de Fondi manda mensagem de otimismo aos brasileiros e relata o seu cotidiano em quarentena

A estudante Marianna Mangolini, moradora da pequena cidade de Fondi ao sul de Lazio fez um importante relato sobre o seu cotidiano frente a quarentena imposta em seu país devido a pandemia do coronavírus (COVID-19).

A cidade de Fondi, – que tem pouco mais que 31 mil habitantes distribuídos em 142 km² – foi a segunda comuna italiana a receber o status de “blindada” após o bloqueio imposto no país pelo governo em 9 de março.

“Eu me sinto feliz porque estou segura e com boa saúde, e é o mesmo por toda a minha família. Como vocês já sabem, Itália está bloqueada do 9 março, e acho que não poderemos sair da nossa casa antes do início de maio.

Segundo o relato de Marianna, para se sair as ruas é necessário uma autorização antecipada e somente em casos que sejam realmente emergenciais.

“Obviamente, nos deixam sair no caso de emergência, mas só pra comprar comida e medicamento – e tudo acompanhado por uma auto-certificação. Quer dizer que a tal hora, se precisamos sair pra fazer as compras, deveria especificá-lo no auto certificação no caso que a polícia nos pare”.

“Aqui, ninguém pode sair, ninguém pode entrar, a não ser agentes sanitários e da emergência – emergências verdadeiras… isso porque vimos um aumento de casos de pessoas infectadas de Coronavírus com respeito ao número de residentes de Fondi”, disse.

Marianna apóia a quarentena. Segundo ela, os casos em Fondi vem diminuindo. Conforme falou em vídeo ao Repórter ABC, aproveito para estudar e me preparar para exames e ocupa o seu tempo cozinhando e em vídeos-chamada com amigos e familiares.

“Por isso, temos esta restrição adicional que parece funcionar, já que os casos parecem ter diminuído. Quanto a mim, sendo estudante, estou aproveitando este momento pra estudar e pra me preparar pelos exames. Geralmente, durante o meu dia, faço vídeo-ligação com meus parentes e meus amigos e, sendo italiana, estou passando tempo na cozinha.

A jovem estudante ao final do vídeo, mandou uma mensagem de esperança aos brasileiros afirmando que o momento é de controle e pensamento positivo.

“Não deixemos que o medo nos controle. Devemos ficar conscientes da situação, tomar as precauções e respeitar as autoridades de saúde.  Portanto, precisamos pensar positivo, aguentar e tudo vai ficar bem”, argumentou.

Ao final, Marianna Mangolini  mandou  um abraço da Itália e disse que o seu país está fazendo um grandioso esforço e colocando tudo no lugar e que a Itália sairá mais forte do que antes.

Acompanhe o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta