Ribeirão Pires: Apesar do alerta sobre os riscos do coronavírus, servidores da Infra trabalhavam próximos e sem EPI

Trabalhadores estão sem proteção e expostos ao coronavírus

Um munícipe de Ribeirão Pires flagrou uma cena preocupante na manhã desta terça-feira (24) em Ribeirão Pires: “trabalhadores da Secretaria de Serviços Urbanos trabalhando aglomerados e sem máscaras para proteção contra o coronavírus”.

Em post feito nas redes sociais, é feito o alerta: “Então quer dizer que as lojas não podem abrir em Ribeirão Pires, tem até policiais fazendo a ronda… Mas a vida de quem trabalha nas frentes de trabalho não vale nada?!”

A imagem foi registrada por volta das 9h30 em frente ao posto Shell (ponte seca) e coloca em risco a saúde dos operários e da sociedade como um todo.

A imagem foi registrada por volta das 9h30 em frente ao posto Shell (ponte seca) e coloca em risco a saúde dos operários e da sociedade como um todo.

Segundo o Decreto Municipal nº 6.979, de 20 de março de 2020 fica proibido a permanência e aglomeração de pessoas em espaços públicos do Município de Ribeirão Pires.

No referido Decreto não estão incluídas a proibição profissionais que atuam em serviços de manutenção e limpeza dos espaços urbanos, colocando os mesmos em situação de vulnerabilidade uma vez que os mesmo trabalham sem Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Informações mais atualizadas apontam que os mesmo trabalhadores já se deslocaram para a avenida Humberto de Campos para a realização de nova tarefa.

Ao final, caso algum destes trabalhadores for contaminados pelo COVID-19, que vai se responsabilizar pelos danos ou ainda por sua morte? Luís Carlos Nunes

Deixe uma resposta