Ribeirão Pires regride em questões ambientais, aponta o ranking do Programa Município VerdeAzul

O novo ranking do Programa Município VerdeAzul (PMVA), da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente divulgado nesta quinta-feira (5) pelo Governador João Doria traz péssimos números para Ribeirão Pires. A Estância ocupa a posição 249º com 32,48 pontos no Estado.

O Programa Município VerdeAzul – PMVA, lançado em 2007, com a primeiro divulgação de índices no ano de 2011, Ribeirão Pires apresenta o seu pior desempenho comparado com as edições anteriores.

Segundo dados oficiais, em 2011 quando o prefeito era Clóvis Volpi, Ribeirão Pires ocupava a 35ª posição entre os 645 municípios do Estado. Naquele ano obteve nota final de 93,73.

Em 2015, penúltimo ano de governo do ex-prefeito Saulo Benevides, Ribeirão Pires ocupava a posição de nº 119 e obteve na ocasião 68,99 pontos.

O Ranking Município VerdeAzul – PMVA resulta da avaliação técnica das informações fornecidas pelos municípios, com critérios pré-estabelecidos de medição da eficácia das ações executadas. A partir dessa avaliação o Indicador de Avaliação Ambiental – IAA é publicado para que o poder público e toda a população possam utilizá-lo como norteador na formulação e aprimoramento de políticas públicas e demais ações sustentáveis.

Outros dados podem ser comparados conforme tabela abaixo extraída da página da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo.

Os dados acima referentes a 2019 não foram disponibilizados no portal

Deixe uma resposta