Fernando Rubinelli e Cincinato não terão legenda do PDT para disputar reeleição em Mauá

Partido em Mauá não terá candidatos que já exerçam mandato; vereadores já negociam com outras legendas

Os vereadores de Mauá do PDT Cincinato Freire e Fernando Rubinelli não terão a legenda do PDT para disputar a reeleição neste ano. Na noite desta terça-feira (11/02), durante aula da Escola de Governo, que contou com a presença do jurista Silvio Salata, especialista em direito eleitoral, o partido anunciou novas regras aos interessados em disputar uma cadeira no Legislativo pela sigla.

“Ficou definido que o partido não terá candidatos que já exerçam mandato de vereador nesta legislatura e que 50% das vagas da chapa de candidatos serão destinadas a candidaturas femininas. Dessa forma, todos os pré-candidatos e pré-candidatas vão disputar o pleito de forma justa e igualitária. Pretendemos ampliar e renovar a bancada do partido na Câmara Municipal”, disse presidente do PDT (Partido Democrático Trabalhista) de Mauá, Cláudio Donizeti Lourenço.

Fernando Rubinelli deve migrar para o PTB, onde seu pai e ex-deputado federal Wagner Rubinelli deve ser candidato a prefeito no pleito deste ano. O futuro de Cincinato ainda é incerto, mas tem conversado com várias legendas.

Fernando Rubinelli e Dr. Cincinato não foram aceitos pelo PDT de Mauá

O presidente do PDT , Cláudio Donizeti Lourenço, voltou a frisar que o partido continua passando por um processo de reformulação e fortalecimento de seus quadros de filiados.

De com o dirigente do PDT, o foco da sigla será a manutenção dos ideais trabalhistas, sustentados por sua história em defesa dos direitos dos trabalhadores, da educação, do desenvolvimento e da justiça social.

Para a secretária geral do partido, Bárbara Guimarães, as decisões tomadas vão de encontro ao objetivo do partido de estimular a candidatura de mulheres. “É preciso pensar na participação feminina não só para cumprir cota, mas para ocupar os espaços de poder na política”, afirmou.

Deixe uma resposta