Governo Kiko, 2 meses antes do resgate de cães feito por Luísa Mell, contratou 50 frascos para eutanásia

A prefeitura de Ribeirão Pires em 12 de dezembro de 2019 através do Processo de Compras nº 4667/19 (Edital de Pregão eletrônico n.º 091/19 firmou contrato de fornecimento com a  empresa Medic Vet Distribuidora de Medicamentos EIRELI do medicamentos T-61 utilizado para eutanásia animal.

Os 50 frascos contendo 50ml cada custou aos cofres públicos R$ 31.432,50 (trinta e um mil, quatrocentos e trinta e dois reais e cinquenta centavos). ver abaixo o Compromisso de fornecimento.

Segundo a bula do remédio eutanásico fabricado pela, “MSD Saude Animal Brazil”, o T-61 é uma “solução injetável que contém o Iodeto de mebezônio, com ação curarizante, que provoca a paralisação dos músculos esqueléticos estriados, incluídos os músculos respiratórios, ocasionando um rápido colapso respiratório, sem o aparecimento de convulsões. Embutramida, poderoso anestésico que paralisa o centro da respiração e o Cloridrato de tetracaína, um anestésico local que reduz a dor.Ver bula ao final da matéria.

Dosagem e modo de aplicar o medicamento mortal T-61

Segundo ainda a orientação da bula, apenas com um único frascos de 50ml seria possível eutanasiar 5 cães de pequeno porte ou ainda grande quantidade de gatos a depender de sua idade e peso. Além de ruminantes equídeos e outros seres vivos.

Efeitos secundários que podem ser apresentados após o uso do T-61 é que os animais podem apresentar alguns batimentos cardíacos, depois da morte aparente.

Com a desativação do Centro de Controle de Zoonoses de Ribeirão Pires após 6 anos de uma intensa disputa judicial a ambientalista e Protetora Animal Luísa Mell esteve nesta terça-feira (11) na cidade onde resgatou diversos inocentes cães.

A eutanásia animal no Brasil é questão das mais polêmicas onde existem legislação especifica que disciplina o ato aos seres.

Compromisso de fornecimento

Bula T-61

Deixe uma resposta