Pré-candidatos a prefeito de Ribeirão Pires respondem pergunta de internautas

Os pré-candidatos a prefeito Clóvis Volpi (Patriotas), Amigão D’orto (PTC), Mariza da Casas Própria (Solidariedade) foram questionados sobre o que eles acham sobre o atual número de comissionados na administração municipal e qual opinião eles tem sobre o assunto.

O orçamento de Ribeirão Pires 2019 foi de  R$ 360.030.000,00. Desta soma total, os 398 que recebem em cargo de comissão consumiram R$ 2.113.420,49 somente no mês de outubro de 2019.

O grupo de Whatsapp “Políticas Caçulense” é uma ‘assembleia permanente’ de moradores do bairro Jardim Caçula que organizou o grupo para discutir entre si e com outras lideranças, soluções para a localidade.

Cada vez mais, as redes sociais fazem parte da vida cotidiana do cidadão-eleitor. Com este entendimento, o Repórter ABC, democraticamente dá vez e voz a este grupo de internautas que se organizou e vem patrocinando qualificados debates, buscando respostas diretamente – neste caso – dos prefeituráveis da Estância. Lá, naquele micro-espaço,  -segundo administradores e navegantes – as suas demandas locais são ponto e foco, mas muitas vezes são ignoradas pelos detentores de poder e autoridades constituídas.

Acompanhem abaixo a respostas dadas pelos pré-candidato a prefeito de Ribeirão Pires

Amigão D’orto

Aos questionamentos feitos, o prefeiturável e atual vereador Amigão D’orto respondeu elencando em três pontos:

“Falando como cidadão morador da cidade vejo que:

1 – Absurdo ver estes cargos preenchidos por acordos políticos.

2 -o melhor caminho seria uma boa reforma administrativa diminuindo e extinguindo cargos desnecessários,colocando em alguns cargos específicos pessoas competentes em especial efetivos e se necessário de contratação , o caminho é processo seletivo.
3 – planos de contingenciamento para poder investir em áreas para poder investir em áreas hoje muito precárias, infraestrutura, Saúde e educação (áreas que hoje mais sofremos no dia a dia da cidade.”

Gabriel Roncon

O pré-candidato a prefeito e atual vice-prefeito Gabriel Roncon não respondeu aos questionamentos feitos. Segundo os administradores da página, o prefeiturável é integrante do grupo “Políticas Caçulense” mas ignorou as indagações.

 

Mariza da Casas Próprias

A pré-candidata pelo partido Solidariedade, Mariza da Casas Prontas, demonstrando insegurança e inabilidade para o trato com o público eleitor, disse que não respondeu porque nestes grupos é a pessoa mais ingênua de todos e que está ainda tentando entender tudo isso que está acontecendo em sua vida. Argumentou ainda que se responde, recebe criticas e se se cala também denotando rejeição a recusa de jugo público. Avaliou – segundo a sua fala – que o tempo é seu amigo e inimigo.

Clóvis Volpi

O ex-prefeito de Ribeirão Pires e pré-candidato ao Paço, Clóvis Volpi em suas respostas via áudio desmentiu que a atual gestão gaste R$ 100 milhões com comissionados num período de 4 anos mas enfatizou que os valores são expressivos e que a cidade não suporta mais isso. Segundo ainda cargos comissionados só podem – segundo a legislação – os cargos comissionados são em chefia. Defendeu a redução do atual número de comissionados para a casa de um terço.

Acompanhe abaixo o áudio

Deixe uma resposta