Como incentivar a proteção animal? Veja medidas simples de inserir no dia a dia

 

Não são apenas as grandes movimentações que fazem diferença na hora de promover mudanças no mundo. Pequenas atitudes diárias e individuais também têm o seu lugar – e são muito importantes! E, quando se fala de proteção animal, você sabe quais são as medidas que podem ser colocadas em prática de forma superfácil e eficaz? Então, olha só!

1) ADOTE UM ANIMAL EM VEZ DE COMPRAR

Se você é apaixonado por animais e quer ter um para chamar de seu, já pensou em adotar um pet ao invés de comprá-lo? Além de oferecer um lar para um bichinho abandonado – um dos maiores problemas de saúde pública que afetam os grandes centros urbanos -, ainda vai ganhar um companheiro para toda a vida. Sem falar que é também uma forma de se posicionar contra a venda de animais, né?

2) NÃO COLABORE COM O TURISMO ANIMAL

Férias são um momento de descontração, e, por mais que alguns programas possam parecer inofensivos, como uma simples ida ao zoológico, muitas vezes, escondem crueldade e maus-tratos com os bichinhos. Assim, antes de viajar, procure por locais e estabelecimentos que promovam medidas sustentáveis e que convivam de forma mais harmônica com a natureza, sem aprisioná-la.

3) EVITE PRODUTOS DE BELEZA QUE SEJAM TESTADOS EM ANIMAIS

Antes de comprar um novo produto de beleza, também vale a pena pesquisar sobre a política de testes em animais da empresa e verificar se os itens são, de fato, livres de crueldade. Além de já existirem alternativas mais baratas e seguras a esse procedimento, sobretudo para fins cosméticos, diversos bichinhos continuam a sofrer de forma desnecessária em nome da beleza. Então, já sabe, né? Na hora de escolher seus cremes, óleos e perfumes, opte pela opção ecologicamente responsável. 😉 #ParaSempreContraTestesEmAnimais

4) DENUNCIE TODA E QUALQUER FORMA DE MAUS-TRATOS

Presenciou alguma forma de crueldade com animais, sejam eles domésticos, silvestres ou exóticos? Não pense duas vezes: denuncie. Tão importante quanto defender a causa animal é mostrar que esses tipos de abuso não têm mais espaço na sociedade e não serão aceitos.

5) DIMINUA OU INTERROMPA O CONSUMO DE CARNES E DERIVADOS ANIMAIS

Outra forma de colaborar com a causa animal é reduzir, mesmo que seja ao pouquinhos, o consumo de carnes e derivados. Comece inserindo receitinhas vegetarianas – e, quem sabe, até veganas! – no seu dia a dia, e logo vai perceber como o seu corpo responde bem à vida sem carne. E não se esqueça de procurar um nutricionista para elaborar um cardápio perfeito pra você!

6) AJUDE A DIVULGAR A IMPORTÂNCIA DA CAUSA ANIMAL

Além de aplicar essas medidas no seu cotidiano, torne-se um porta-voz da causa animal! Compartilhe com amigos, colegas e familiares a importância de viver de forma mais equilibrada com a natureza e com os seres que nela habitam.

É pra adotar já, hein?

Deixe uma resposta