Volpi desmente rede de boataria e confirma pré-candidatura e domicílio eleitoral em Ribeirão Pires

O ex-prefeito de Ribeirão Pires, desmentiu notícia veiculada neste domingo (10) pelo Diário do Grande ABC intitulada “Volpi volta a cogitar disputa em Mauá”.

Segundo a matéria, Volpi (Patriotas que disputou o pleito em 2016 em Mauá obteve 37.065 votos, porém, nas últimas semanas, seu nome voltou a ganhar força nas rodas políticas de Mauá. Há, inclusive, movimentação regional para que Volpi seja prefeiturável em Mauá diante da instabilidade política pela qual o município passa, com duas prisões do prefeito Atila Jacomussi (PSB), uma cassação do socialista, três posses da vice-prefeita Alaíde Damo (MDB) e todos esses atos anulados por decisões judiciais.

Segundo ainda a matéria “Volpi que mora em Ribeirão Pires possui domicílio eleitoral em Mauá”.

O Repórter ABC fez contato telefônico com Clóvis Volpi na manhã desta segunda-feira (11) para saber o seu posicionamento. Segundo o falou o prefeiturável, “tudo não passa de conversa infundada e boataria.

Questionado sobre a afirmação da matéria que diz que ele estaria com domicilio eleitoral em Mauá, Clóvis Volpi disse:

Essa afirmação com retrata a realidade, assim que passou as eleições de Mauá transferi o meu título para Ribeirão Pires. Estou desde 19 de junho de 2017 habilitado a votar na Escola Estadual Fortunato Pandolfi Arnoni na vila Colônia”, disse.

Volpi voluntariamente encaminhou após o término da conversa, via whatsapp imagem do seu título eleitoral, conforme se verifica abaixo.

Conforme a Lei eleitoral vigente, é critério básico e obrigatório o domicilio eleitoral no município ao qual se pretende disputar pleito ao cargo de prefeito ou vereador.

A reportagem do Repórter ABC, com vistas a apurar os fatos, consultou a página do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) para checar a informação.

Segundo consta nos registros do TRE-SP nesta segunda-feira, 11 de novembro), Clóvis Volpi realmente é eleitor de Ribeirão Pires e não da cidade de Mauá como afirmou a reportagem do DGABC, conforme print abaixo.

Para Clóvis Volpi, a notícia de que não disputará a eleição em 2020 e fantasiosa e objetiva confundir a opinião pública. “Trata-se de FakeNews plantada por aqueles que temem me enfrentar nas urnas. Essa não é a primeira vez que sofro esse tipo de ataque e peço a todos que me procurem para saber a verdade”, concluiu.

Deixe uma resposta