Silvio Santos terá que se explicar ao MP sobre sexualização precoce de crianças

A Promotoria de Justiça de Osasco exige explicação do SBT sobre o Miss Infantil, exibido no ‘Programa Silvio Santos‘ no dia 22 de setembro. A emissora agora terá 30 dias para responder aos questionamentos feito pela Promotoria.

O SBT foi notificado pela Promotoria porque na ocasião, crianças menores de 10 anos desfilaram de maiô no palco da atração e tiveram seus corpos avaliados para saber quem tinha o “busto mais bonito” e o “colo mais belo”.

Em um dos momentos, inclusive, Silvio Santos se dirigiu à plateia e disse: “Agora, vocês do auditório, que estão com o aparelhinho (de votação), vão ver quem tem as pernas mais bonitas, o colo mais bonito, o rosto mais bonito e o conjunto mais bonito”.

Segundo a procuradora do MPT Ana Maria Vila Real, coordenadora nacional de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Coordinfância), casos como esse merecem a atenção da sociedade “porque as crianças podem estar sujeitas à erotização e sexualização precoces, a situações adultas, a desgastes emocionais, constrangimentos e exposições”.

De acordo com a legislação, a proteção integral da criança está prevista na Constituição Brasileira. O trabalho artístico infantil em regra é proibido por lei para menores de 16 anos, sendo apenas autorizado em situações excepcionais.

Segundo a colunista do O Globo, Patrícia Kogut, Ismael de Oliveira Mota é o promotor que está responsável pelo caso, que corre em sigilo, pois envolve menores de idade. A assessoria de comunicação do SBT afirmou que não irá se manifestar sobre o assunto.

Deixe uma resposta