Atila fala em governo de pacificação em Mauá: Atila Paz e Amor

Ao final da tarde desta segunda-feira (9), o prefeito Atila Jacomussi, em entrevista a um jornal regional do ABC falou em pacificação na cidade de Mauá.

“A decisão do TJ de São Paulo nos coloca de forma imediata no comando do paço de Mauá de forma unânime. O prefeito das políticas sociais está de volta e vamos trabalhar muito, já provamos isso em outro momento. Só tenho agradecer o apoio e carinho do povo da população”.

Sobre a sua relação com a Câmara de vereadores, Atila Jacomussi disse que terá postura democrática pelo bem da cidade.

“Preciso muito do apoio da câmara. Temos pontos importantes a serem resolvido e precisamos voltar a trabalhar por Mauá. Agora precisamos trazer a cura pra Mauá, e a cura de Mauá é realmente a Câmara e poder Executivo andar de mãos dadas. Acho que preciso muito do apoio, peço sensibilidade. A decisão que teve como relatora a desembargadora Ana Liarte coloca em prática a democracia e a vontade do povo”.

Segundo ainda disse Atila, “sabemos muito bem da importância do diálogo, não quero julgar ninguém. Sei que há denuncia feita pelo Ministério Público onde supostamente houve possível troca de cargos pelo impeachment. Não cabe a mim julgar. É preciso muito diálogo e cautela, se um dia fui denunciado não vou denunciar ninguém. Não vou fazer caças a bruxas contra ninguém. A nossa mensagem aqui pra câmara é um Atila paz e amor, um Atila voltado para o povo e para o desenvolvimento da cidade”.

“Quero chegar amanhã cedo na prefeitura, tenho muito respeito pela minha vice Alaíde Damo e espero que haja uma transição democrática, pois temos neste momento uma equipe de transição chefia pelo vereador Ademir Jacomussi. Amanhã às 14 horas estarei na Câmara”.

“Teremos muito trabalho pela frente na área da saúde, na educação temos cerca de 30 mil famílias na linha da pobreza, há falta de segurança com nossa guarda sem viaturas. Nosso governo será a 400 por hora para por a casa em ordem”.

Atila obteve vitoria em ação que solicitava o cancelamento da sessão da Câmara mauaense do dia 18 de abril, em que 16 dos 23 vereadores votaram pelo impeachment de Jacomussi por vacância do cargo. Por 3 votos a 0, os desembargadores da 4ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) deram parecer favorável ao agravo de instrumento protocolado por Atila Jacomussi (PSB) contra o processo de cassação. Com a decisão desta segunda-feira (9), o socialista retornará ao comando da Prefeitura de Mauá. A posse acontece assim que o Poder Executivo for notificado do resultado. Saiba mais clicando aqui.

Alaíde Damo divulgou nota em sua página pessoal do Facebook ao final da tarde desta segunda-feira.

Diante das últimas notícias, quero, em primeiro lugar, agradecer pelo carinho que recebi de todos durante esses cinco meses. Seguirei desejando tudo de melhor para a cidade e continuarei exercendo o meu papel como vice-prefeita, à disposição do município e de seus moradores. Afinal, sei dos problemas e desafios que estão no dia a dia de cada um. Trabalhei arduamente e incansavelmente ao lado da minha equipe para encontrar soluções que fossem efetivas e não posso deixar de agradecê-los também.

Espero que a Justiça tenha tomado a decisão mais correta, priorizando sempre o bem-estar dos munícipes. Desejo toda a sorte para Mauá nessa nova etapa. Estarei sempre à disposição de vocês.

Muito obrigada!

Deixe uma resposta