Contas de Saulo Benevides serão julgadas nesta quinta-feira (27) por vereadores de Ribeirão

A Comissão de Finanças e Orçamento (CFO) da Câmara de Ribeirão Pires segue o indicativo do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e orienta aos parlamentares para que rejeitem as contas do ex-prefeito Saulo Benevides referentes ao exercício de 2015.

Segundo o Parecer emitido pela Comissão nº 031/2019, os membros integrantes estão orientando aos parlamentares a rejeitarem as contas da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires no exercício de 2015 sob a responsabilidade do ex-prefeito Saulo Benevides e aprovam o parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

Segundo apurou o Repórter ABC, o ex-prefeito foi oficiado a se defender. Em função da proximidade do término legal do prazo para a apreciação e julgamento das referidas contas, um possível pedido de adiamento está prejudicado devendo as mesmas serem votadas nesta que será a última sessão legislativa antes do recesso do meio do ano.

Entre os apontamentos de irregularidades nas Contas de 2015, o TCE indica que o ex-prefeito deixou de recolher contribuições previdenciárias, elevou em 152% o déficit orçamentário do município sem nenhuma política de contingenciamento de gastos, infringiu a Lei de Responsabilidade fiscal dentre outras coisas.

Saulo Benevides precisava de doze dos dezessete votos, ou seja, dois terços, para ter as contas aprovadas.

Saulo já teve outra conta rejeitada. Em 22 de novembro conforme noticiou o Repórter ABC (ver matéria aqui), a Câmara de Vereadores pelo placar foi de doze votos pela rejeição das contas, quatro favoráveis e uma abstenção reprovou as contas relativas ao ano de 2014.

Deixe uma resposta