Atila Jacomussi terá o seu pedido de anulação de impeachment julgado na segunda-feira (1º de julho)

A desembargadora Ana Liarte, da 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), relatora do processo que solicita a anulação do processo de impeachment que retirou Atila Jacomussi do cargo de prefeito de Mauá, pautou para a próxima segunda-feira, 1º de julho o julgamento do Agravo de Instrumento.

Segundo argumenta a defesa de Atila “a tese que resultou na cassação – na vacância do cargo-, não se sustenta porque Atila deixou a cadeira por motivo alheio à sua vontade e que a sua impossibilidade era pública e conhecida.

Em 29 de maio, o Repórter ABC publicou matéria intitulada “Alaíde Damo nomeia como secretária adjunta a esposa de autor de pedido de impeachment de Atila” (ver aqui) onde após a repercussão negativa, a atual prefeita da cidade, alaide Damo exonerou Jenifer Freire Souza, esposa de Davidson Souza, autor do pedido de impeachment.

Segundo ainda a reportagem, através de informações colhidas nos bastidores da política local, Jenifer teria sido indicada pelo atual secretário de Segurança Alimentar, Matheus de Oliveira Batista Ferreira, este filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) desde 30 de julho de 2011, clique aqui tendo ocupado cargo na Comitiva Municipal. Matheus Ferreira tem relações muito próximas com o vereador Cincinato Freire (PDT) que presidiu a comissão processante que cassou Atila.

Deixe uma resposta