Silvino Castro é o vereador que mais trouxe recursos para Ribeirão Pires

O vereador Silvino de Castro (PRB), em entrevista ao Repórter ABC falou sobre a sua experiência a frente da liderança do governo Kiko Teixeira (PSB) na Câmara de Ribeirão Pires.

Segundo informou Silvino, através de emendas parlamentares a qual solicitou a deputados estaduais e Federais de seu partido, Ribeirão Pires recebeu R$ 7.445 milhões para as mais diversas obras a exemplo do Portal Turístico, reformas na avenida Kaethe Richers, ruas de Ouro Fino Paulista, ruas Estância das Rosas, Campinas, Vila Caiçara e Gino Berteli e rua Ernesto Molon no Bosque Santana. Segundo ainda o vereador foram viabilizadas através de seu mandato ações de cunho social como Projeto de Lei nº 024/2013 que beneficiam gestantes com implantação de medidas para a informação de seus direitos, aquisição de itens esportivos, medalhas para premiação, uniformes, 50 peças para tatame e 4 conjuntos para academias ao ar livre.

Outro ponto destacado pelo parlamentar foi o Projeto 033/2014 que determina a proibição de bolsões de estacionamento na Estância. É também de autoria do vereador silvino de Castro os Projetos de Lei que visa melhorar a segurança dos caixas eletrônicos, instituição do dia da Reciclagem de Eletrônicos com o objetivo consciente do descarte de materiais e o Projeto de Prevenção ao Suicídio na cidade.

Confira abaixo a entrevista com o vereador Silvino de Castro

Repórter ABC – Como foi a sua ida para a liderança do governo do prefeito Kiko Teixeira na Câmara de Vereadores?

Silvino de Castro – Recebi o convite do prefeito Kiko da maneira mais inesperada e surpreendente. Estávamos no evento de lançamento das obras na Unidade Básica de Saúde no Parque Aliança e o prefeito fez o convite em público me pegando totalmente de surpresa.

Repórter ABC – Porque por você acha que ele te fez esse convite?

Silvino de Castro – Difícil responder, mas acredito que ele tenha confiado em mim. Talvez em função da minha postura durante questões que estavam sendo levantadas ao início de seu governo de que ele seria afastado. O que posso te afirmar é que muito pouco sabia dele, mas diante toda a polêmica que estava sendo criada eu me mantive na neutralidade e na tribuna da Câmara eu tentava pacificar pedindo calma a população e pedindo para que o Kiko tinha sido eleito prefeito em eleições normais e que atacar o governo não seria bom para a cidade e para a população. Fui eleito vereador apoiando outro candidato mas eu não poderia desejar ou apoiar situação que prejudicasse a cidade. Passei a ir ao Paço e conversar com secretários e com o prefeito. Assumi meu papel de vereador, acho que foi isso.

Repórter ABC – Passada toda essa turbulência, como você avalia o Governo Kiko?

Silvino de Castro – Penso que valeu a pena lutar pela pacificação! Quando este governo assumiu, encontrou muitas dificuldades com contas atrasadas, fornecedores se negando a fornecer, a cidade sem crédito e sem certidões para celebrar convênios. Vejo que já houve avanços e a cidade já está voltando a investir. Ruas já estão sendo pavimentadas, fornecedores já estão recebendo, obras paradas já foram concluídas ou estão em andamento. Sei que falta muito a ser feito, ainda mais com a recente posse dos governos Federal e Estadual que ainda estão imprimindo o seu ritmo administrativo, mas creio que logo vamos, pouco a pouco colocando as coisas em sua devida ordem. Sobre a avaliação que faço sobre o governo é positiva diante todas as dificuldades que foram apresentadas.

Repórter ABC – Mas e as obras paralisadas na cidade?

Silvino de Castro – Esse é mais um desafio que o prefeito deve enfrentar! A burocracia é um grande mal necessário, mas tudo está sendo encaminhado na velocidade possível. Sei que existem quadras esportivas, asfalto a ser feito. Mas é como estou falando, existe uma burocracia e também os governos das outras duas esferas que estão moldando o seu estilo administrativo, a mim como vereador cabe ajudar. O meu partido, o PRB cresceu nos planos estadual e Federal e estou dentro de minhas possibilidades fazendo gestão para ajudar a cidade que hoje já está melhor do que quando foi encontrada por este governo. Entendo as queixas da população mas temos ainda dois anos para governar e emplacar uma boa administração.

Repórter ABC – Vereador, você é o parlamentar que mais trouxe recursos financeiros para Ribeirão Pires, como explicar o feito?

Silvino de Castro – Não existe segredo algum, o que posso dizer é que tenho muito carinho por Ribeirão Pires. Tenho o meu gabinete aberto para a população e oriento a minha assessoria a colher os que nos procuram a ouvir as demandas. Feito isso, procuro as lideranças do meu partido e peço o que é necessário. Meu mandato já conseguiu muita coisa. Conseguimos emendas para asfalto em Ouro Fino, avenida Kaeth Richers, Bosque Santana. Eu não tenho medo de estender o chapéu para os deputados do PRB. Esse é o meu papel! Até setembro de 2018 foram feitos em meu gabinete 3.420 atendimento a munícipes, e foram emitidos 2.115 Ofícios, 1.372 Indicações e 1.135 Requerimentos.

Repórter ABC – Você deixou recentemente a liderança do Governo, como você avalia a sua experiencia?

Silvino de Castro – Não foi nada fácil o exercício de ser Líder do Governo, são muitas as cobranças tanto por parte da população como também dos meus colegas vereadores. Mas acho que valeu muito apena. Ajudamos a a provar importantes Projetos para a cidade. Foram 19 meses de dedicação com total independência. Nunca foi segredo para ninguém que fui eleito majoritariamente pelo seguimento evangélico. Meu voto com o governo sempre foi voto consciente mas eu já votei contra algumas medidas a exemplo o Projeto que pretendia autorizar a venda de bebidas alcoólicas nos postos de gasolina. Votei contra e votarei contra quantas vezes fosse necessário porque tenho princípios.

Repórter ABC – Você foi eleito para exercer o cargo de 1º secretário da Câmara, como pretende atuar no cargo e o que você espera do novo líder Amaury Dias?

Silvino de Castro – Vou continuar o meu trabalho de maneira simples como sempre fiz. Ao lado dos outros integrantes da Mesa Diretora da Câmara, vamos pautar sempre debatendo com os demais vereadores. A mim pouco importa a posição do colega. Lá dentro somos todos vereadores e temos a responsabilidade de administrar a Casa de Leis com independência e respeito ao executivo. Vou continuar meu papel mediador respeitando sempre aquilo o que for decidido pela maioria e assim espero que seja a tônica dentro daquela Casa Legislativo. Sobre o vereador Amaury Dias, quero dizer que tenho imenso respeito por ele. Já tive alguns embates com o mesmo e quero desejar muita sorte a ele porque sei que competência e preparo ele já possui.

Deixe uma resposta