Homem morre no sábado (01), após trocar tiros com a ROTAM na Vila Suissa

Após tentar roubar mulher, o homem fugiu e ainda atirou no GCM da ROTAM

Homem já sem vida sendo examinado pelo SAMU

No último sábado (1), por volta de 11:50 horas, Guardas Municipais da ROTAM de Ribeirão Pires receberam solicitação do comando pedindo prioridade no apoio a um GCM que perseguia um meliante que tentou roubar uma mulher na Vila Suissa. O homem de 31 anos de idade encontrava-se armado, empreendeu fuga e adentrou em um matagal localizado rua Sete de Setembro, esquina com a rua Tiradentes. Os guardas da ROTAM, ao chegarem no local dos fatos, avistaram o veículo do GCM que perseguia o criminoso estacionado na via pública, com as portas abertas. Uns dos guardas da ROTAM acabou parando a motocicleta, deixou a sua companheira de patrulha em posição de retaguarda, fora da mata, zelando pelas motocicletas e adentrou rapidamente no interior da mata para prestar apoio. Por se tratar de um local íngreme, o GCM acabou escorregando e descendo de costas, caindo sentado ao chão.

Segundo os relatos prestados na Delegacia de Polícia de Ribeirão Pires, no momento em que parou de deslizar, visualizou o suspeito escondido em num barranco e sem que houvesse tempo para qualquer visualização, o suspeito efetuou dois disparos, ao que, sem pensar, em instinto reativo de proteção e preservação da própria vida, o GCM da ROTAM revidou desferindo dois disparos em direção ao local onde o suspeito estava abrigado.

Momentos após, o GCM da ROTAM ter efetuado os dois disparos, escutou o suspeito dizendo ai… ai senhor…, ai…”, então constatou que o suspeito estava ferido e sem condições de embate.

A aproximação ao suspeito foi feita e com um dos pés o guarda afastou a arma do suspeito com o pé, vez que o suspeito ainda segurava a arma na mão.

Logo após foi solicitado apoio ao SAMU e outras viaturas da GCM e da Polícia Militar compareceram ao local.
O médico do SAMU contatou óbito no local. O suspeito foi identificado em razão de um RG encontrado em seu bolso.

O GCM disse que em função da queda sofrida, quando adentrou na mata, acabou sofrendo escoriações e lesões e no momento estava com dores pelo corpo.

Levantamento realizado na delegacia de polícia de Ribeirão Pires, constatou que o criminoso possuía em seu histórico diversas passagens, entre elas: ato infracional de dano ao patrimônio público, porte de drogas para uso próprio, desacato, ameaça e violência doméstica e prisão por roubo em flagrante delito.

Deixe uma resposta